Resenha: A Distância que Nos Separa

Resenha A Distância que nos Separa

resenha postada originalmente no Estante Diagonal

Caymen cresceu sem o pai. Não porque ele tenha morrido, mas sim por ter escolhido estar distante. Ela nunca o conheceu e tenta sempre se convencer de que não tem mais interesse. Além disso, Caymen também aprendeu desde cedo que não se pode confiar na maioria das pessoas ricas. Isso porque seu pai é de uma e abandonou sua mãe antes até de ela nascer. A garota cresceu ouvindo a mãe dizer que pessoas ricas são arrogantes e não se importam com os outros.

Caymen e a mãe vivem em um apartamento em cima do negócio da família: uma loja de bonecas. Ela odeia ficar na loja e as bonecas de porcelana, com seus olhos vidrados quase sempre a aterrorizam, mas Caymen entende que precisa ajudar a mãe a cuidar da loja. Entretanto, um dia um garoto, Xander Spence, entra por acaso na loja de bonecas e Caymen logo percebe que ele é um dos tipos ricos e arrogantes de que sua mãe sempre fala. Mas com o tempo ela tem a chance de conhecê-lo melhor e entrar em seu mundo onde as coisas vem fáceis, mas o preço que se paga nem sempre vale a pena.



Todos nós temos os nossos preconceitos, isso é um fato inegável da humanidade. Claro que alguns de nós tentam lidar com eles de maneira positiva, mas ainda assim crescemos sendo influenciados pelos nossos familiares e o universo ao nosso redor. Isso não é diferente para Caymen. No começo eu achei que ela era muito fechada em relação a pessoas de classe social mais alta, porém depois eu comecei a entendê-la melhor e perceber que, quando eu tinha a idade dela, também pensava certa coisas que hoje já não penso mais. Eu também tinha muitos preconceitos e só fui me livrando deles conforme fui amadurecendo e tendo contato com pessoas diferentes.

É exatamente isso o que o livro retrata. Pessoas amadurecendo e mudando de opinião. Crescendo e evoluindo o pensamento. É claro que a protagonista enfrenta alguns conflitos com a mãe conforme vai transformando sua visão do mundo, mas de novo, isso também aconteceu comigo. Por isso acho que eu consegui me identificar tanto com Caymen.




A escrita da autora já me era familiar por outro livro que li e gostei muito. O livro é Namorado de Aluguel que também saiu pela Verus Editora em 2016. Por isso também, que quando eu vi esse novo título sendo lançado, sabia que não poderia perder a oportunidade de solicitá-lo! A Distância que nos Separa segue a linha de um romance adolescente, mas como eu mencionei anteriormente, trata de temas que todos nós já passamos um dia ou estamos vivendo neste momento. Os personagens são de fácil identificação e foram muito bem construídos. Eu realmente peguei um carinho especial pela autora Kasie West.

Quanto a parte editorial, achei que a capa do livro, apesar de bonita, passa uma impressão um pouco diferente da proposta do livro, entretanto não encontrei quase nenhum erro gramatical e o livro é bem maleável e confortável para a leitura. A diagramação está bem bonitinha e segue a mesmo padrão gráfico do livro anterior da autora lançado pela editora.

A Distância que nos Separa é uma história rápida de ler, com apenas 237 páginas é possível finaliza-lo em poucas horas ou um dia. O enredo é leve, mas envolve o leitor de modo que o mesmo seja fisgado do início ao fim. É um livro perfeito para um público que gosta de um bom romance young adult, com ótimos personagens e uma mensagem linda.

Comentários

  1. adorei essas fotos que vc tirou, e gostei muito de conhecer esse livro! ótimo final de semana!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Eu achei a capa bem fofa, tb li 'Namorado de Aluguel' e gostei da forma de escrever da autora.
    Fiquei curiosa quanto ao que vc falou da capa n 'casar' muito com a história...
    Ele tá na minha listinha infindável, mas quero lê-lo até mês que vem!

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain leia sim, se gostou de Namorado de Aluguel, vai gostar desse também!! *-*

      Excluir
  3. Aaaah, fiquei com vontade de ler! Também me identifiquei com isso de ir desconstruindo ideias passadas por familiares (e amigos). Nunca li nenhum livro da autora, mas curto um bom YA, então vou colocar na minha listinha.
    Beijos!

    claramenteinsana.com

    ResponderExcluir
  4. Oi. Eu li o livro alguns meses pra trás e gostei bastante, mas confesso que a Caymen demorou pra me cativar, achei ela bem preconceituosa ás vezes, e acho que faltou explicar algumas coisas no final, no fim, achei a história simples demais mas gostei realmente do enredo.
    Beijo!
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Rai!
    Ainda não li esse da Kasie, mas está na lista.
    Eu achei essa capa bem parecida com a de Namorado de Aluguel e isso me incomodou muito.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra ao livro Depois do Fim autografado

    ResponderExcluir
  6. Oi Raissa, tudo bem? Eu só li Namorado de aluguel e gostei bastante! Quero ler o livro e bem bacana o comentário sobre a capa, acho que lembra bastante o livro anterior da autora.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oiii Raissa

    Na literatura juvenil de romance a Kasie West é minah autora favorita, junto com a Morgan Matson. Amo a escrita delas e como retrata a vida como ela é, com personagens bem cativantes e uma trama envolvente e leve. Esse ainda não li mas quero ler em breve.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Obrigada por me visitar!
Beijos.

contatoooldr@outlook.com