Como ser freelancer?


Dicas de como ser freelancer

Olá leitores!
Lá no canal do blog (que se você ainda não é inscrito deveria se inscrever) dei algumas dicas de como ser freelancer. Porém aqui no blog vou estender essas dicas para "quanto cobrar por um freela".

Seja confiante

Primeiro é muito importante ter confiança em si mesmo. Na primeira vez que eu fui procurar um freela na minha área eu aprendi a passar confiança para a pessoa que estava precisando dos meus serviços. Por mais que você não tenha tanta experiência trabalhando, muito menos fazendo freela, é importante passar essa confiança para o cliente e estar totalmente seguro de tudo o que você disser a ele. Assim a sua autoconfiança vai ficar acima de qualquer falta de experiência prática que você tenha.


Analise suas habilidades

Outra dica importante é refletir sobre suas habilidades. O que você sabe fazer e pode usar profissionalmente? Editar vídeos? Fotos? Fala inglês? Tem conhecimentos sobre design? Artesanato? Sabe costurar? Sabe maquiar? Revisar texto?
Enfim, pense nas habilidades que você pode transformar em uma renda extra ou até na sua principal fonte de renda.


Mostre quem você é

Seja como um portfólio convencional ou online é necessário que você mostre seu trabalho de alguma maneira para seus potenciais clientes. No portfólio é importante incluir uma breve descrição do seu trabalho, formação acadêmica e também de quem você é. Se tiver recomendações também é ótimo!

(se quiserem que eu faça um post só falando sobre portfólio deixem aqui nos comentários!)


Sempre se atualize

Essa vida de freela pode nos deixar acomodados, então é importante sempre buscarmos cursos para nos perfeiçoar e/ou aprender coisas novas. Se seu inglês não é tão bom, faça aulas ou tente estudar em casa. Se já tem um bom inglês procure aprender outra língua. Ou faça um curso que acrescente conhecimento na sua profissão. Enfim... Conhecimento nunca é demais! 


Saiba quanto cobrar

No começo pode ser um pouco difícil saber quanto cobrar pelo seu serviço. Então é importante buscar uma média de valores. Dependendo da sua atividade o sindicato da sua profissão já disponibiliza uma média de valores a serem cobrados por cada tipo de trabalho. Caso não, pense no quanto você acha que seu trabalho vale, levando em consideração as horas que você vai gastar para realizá-lo, se você terá alguma despesa e tente pesquisar uma média de valores na internet ou perguntando a outros profissionais da área.


Comentários

  1. adorei essas dicas! eu to precisando de um belo freela pra complementar meu trabalho formal, que dá dificil a questao financeira viu ;/

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Ótimas dicas! Ser freela é quase uma arte. Hahaha! Demora um pouco, mas eventualmente a gente encontra o nosso caminho.

    ResponderExcluir
  3. Ótimas dicas amor! Bom..."saber cobrar" essa me pegou ultimamente né haha

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Obrigada por me visitar!
Beijos.

contatoooldr@outlook.com