Diário da Raposa #12:Sobre hipocrisia e preconceito...

Olá leitores!

Acho que às vezes essa coisa de ficar escrevendo textão sobre todo e qualquer assunto que vira polêmica é meio chato. Mas por outro lado, eu fico pensando que se questões como a cena gay da novela da Globo AINDA estão causando impacto negativo nas pessoas, é porque o assunto ainda não foi discutido o suficiente.

Se você vai vir com o argumento de que idosos ou crianças poderiam estar assistindo feche esse post agora.

É incrível o nível de hipocrisia de uma pessoa que ama ver mulher sendo tratada como objeto ou sexo entre heterossexuais sem nenhum pudor e ai quando FINALMENTE alguém decide exibir uma cena de sexo entre homossexuais se revolta, fala que não precisa mostrar isso, que é desrespeitoso.

Ah pelo amor de qualquer coisa né pessoal! Vamos ser mais coerentes! Em primeiro lugar sexo ainda é um tabu da sociedade, uma coisa que deveria ser discutida mais abertamente e que as pessoas ainda tem muuito inibição a respeito.

Sexo é uma coisa natural dos seres vivos, quem torna pejorativo é o próprio ser humano.

Em segundo lugar é óbvio que homossexuais praticam sexo, então é mais do que natural que haja uma cena representando isso em novelas, filmes, séries, entre outros. Se a sua avó que assiste a novela, em pleno século XXI não sabe lidar com isso, então ME DESCULPE, mas vai ter cena de sexo gay SIM! Se não gosta pare de assistir a novela e vá morar em uma caverna, numa ilha deserta, porque você claramente não sabe conviver com outros seres humanos.

Todo mundo quer se sentir representado, quer fazer parte do mundo, então é preciso SIM que cenas assim existam. E se você discorda, então você é preconceituoso sim!

Todos nós temos preconceito dentro de nós, seja em relação a algum gênero musical, ao estilo de uma pessoa ou o que quer que seja. Você pode achar que a sua opinião é inofensiva, mas se você se colocar no lugar da pessoa a qual está criticando talvez se de conta de que não é algo que você mesmo gostaria de ouvir.

Por isso bato sempre na tecla da empatia. Antes de pensar algo sobre alguém ou expor essa opinião, se ponha no lugar da pessoa. Muito sofrimento pode ser evitado com essa simples prática.

O Outro Lado da Raposa

21 comentários:

  1. Oi, Rai!
    Realmente fazer textão se tornou símbolo de ser chato por aquelas pessoas que tem a mente bem retrógrada.
    O principal argumento sobre a polêmica da cena de sexo gay na novela foi porque crianças poderiam assistir. Esse argumento cai por terra porque logo no começo da novela diz que é recomendado para maiores de 16 anos. Então, se não quer que seu filho veja, não deixe ele assistir a novela. Simples.
    O problema no Brasil é que assistir a novela das 9 sempre foi um programa de família, porém ela sempre teve cenas bem pesadas para crianças assistirem. Então, não me venham por culpa na Globo ou em qualquer outra emissora se é o responsável que deixa a criança assistir.
    A hipocrisia ainda é maior porque, alguns capítulos após essa cena, mostra uma cena onde duas pessoas casadas fazem sexo. Alguém levantou polêmica sobre isso? Muito difícil porque a Globo sempre romantizou o adultério desde que eu me entendo por gente, assisto novelas e entendo o que é traição.
    Então, para essa sociedade é correto ver duas pessoas traindo seus parceiros, mas um casal livre e desimpedido fazer sexo é uma ofensa. Essa tal sociedade que se vê tão avançada tem de começar a rever alguns conceitos sobre moral.
    Desculpa pelo textão, mas isso já estava entalado na garganta hahahha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você em gral e gênero. E ainda acrescentou ideias que eu esqueci de mencionar!

      Excluir
  2. Arrasou, Rai.
    Quando é cena de sexo hétero, como aconteceu na novela Velho chico, entre duas pessoas que estavam traindo seus cônjuges, ninguém se pronunciou, incrível. É a coisa mais natural do mundo. O mesmo com aquela minissérie (Ligações perigosas, acho que era o nome) em que a menina foi estuprada. Ninguém fez polêmica disso. O problema não está na cena de sexo, e sim em quem estava encenando. As pessoas são muito preconceituosas, SIM!

    Beijinhos, Hel - Leituras & Gatices

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Hel! Infelizmente o preconceito ainda é muito grande, mas não podemos desistir de lutar pelo o que acreditamos!

      Excluir
  3. Representatividade é tudo, né?
    :)
    Não gostou, não assista.
    É tãããããão simples e acaba com todos os problemas.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  4. Quando a gente acha que está evoluindo, aparecem essas pessoas para mostrar que não! Eu não vi a cena, só fotos e não me incomodei nem um pouco! Amei o texto!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vinte e um séculos se passaram e parece que alguns de nós não evoluíram nem um pouquinho....

      Excluir
  5. mas é isso mesmo a maioria da sociedade é super hipocrita, principalmente com homosexualidade, pensam que trair é normal, mas homo nao :///// temos um longo caminho a percorrer quebrando preconceitos ainda

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogotofucolorido

    ResponderExcluir
  6. Palmas para o seu texto, Raíssa!
    Em pleno século 21, ainda existem muitas pessoas sem consciência quando o assunto é homossexualismo. E o mais engraçado é que outras coisas (como a mulher sendo tratada como objeto) pode! Mas a demonstração de um carinho (por ser gay) não pode. O título fechou muito bem, Raí, isso é hipocrisia!
    As pessoas pararam no tempo? Não gostou, não olha! Minha nossa, é tão simples.
    Belo texto, adoooorei!
    Beijos
    Historiar

    ResponderExcluir
  7. Orgulho de ver esse tema sendo debatido aqui <3

    ResponderExcluir
  8. Olá, Raíssa.
    Eu assino embaixo do seu texto!
    Nem me impressiono mais com a hipocrisia das pessoas. Quer dizer que cenas de sexo entre casais héteros pode, né? E ninguém critica isso, ninguém fala das crianças...
    As pessoas se escandalizam por coisas que já fazem parte da nossa realidade há muito tempo, mas eles insistem em viver em um tempo que já passou há muito e que não irá voltar. Porque todos precisam se ver representados, ainda que minimamente.
    Abraços.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Eu não entendo essas pessoas!!

      Excluir
  9. Olha, Rai, eu acho que você foi um pouco ignorante ao escrever dessa maneira.
    Eu não assisto novelas, até porque acho elas manipuladoras e muitas das vezes desrespeitosas sim, mas nem por isso eu preciso morar numa caverna em uma ilha deserta.
    Sobre o homossexualismo, eu JAMAIS fui preconceituosa, até poque tenho amigos homossexuais e sempre os respeitei, mas não é por isso que sou obrigada a aceitar essa orgia que a televisão expõe nos dias de hoje.
    Independente de ser hétero ou não, eu nunca apoiei senas sexuais em canais abertos assim, e isso não quer dizer que eu não sei conviver com outros seres humanos.-.-
    Ah, é algo natural e tals. É, mas acha certo que as crianças serem incentivadas a viver uma vida ilusória onde não precisam se prevenir, onde a maioria das coisas erradas tem sua maneira de fugir das consequências? "Ah, é só os pais não eixarem elas verem" Enquanto os outros meios da mídia? Com a tecnologia de hoje é quase impossível privar alguém de ver algo do tipo. Hoje em dia as famílias dificilmente consegue sentar juntas para assistir algo saudável na TV, pois há pouquíssimos programas que proporcionam um tema bom para a ocasião.
    Não é certo que saiam julgando os homossexuais e nem os héteros, mas também não é certo generalizar como você fez aqui, ou como muitos fazem por aí... É claro que o homossexualismo levanta uma polêmica muito maior, pois a sociedade, infelizmente, é muito ignorante e enxerga ela própria como inimiga, causando intrigas por motivos banais como este, porém, você deve tomar cuidado com o que fala, pois muitas pessoas como eu não são a favor do sexo exposto tanto hétero quando homo, a diferença é que dão menos ênfase quando se trata de héteros.
    Só queria deixar claro minha ideologia. Você tem todo direito de expor sua opinião, só peço para que tome cuidado com o que você posta, pois acabou de falar de hipocrisia, disse que as pessoas não se colocam nos lugares das outras, mas pelo visto você não se colocou no lugar das que tem uma ideologia diferente dos preconceituosos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para quem usou tanto os termos "não sou preconceituosa", "tenho amigos" e ainda apontou a ignorância em relação ao tema por parte de outra pessoa (e inúmeras outras coisas que não vou perder o tempo em enumerar)... Você usou copiosamente (provavelmente querendo demostrar algum superioridade) a palavra HOMOSSEXUALISMO, que se você realmente soubesse do que está falando e respeitasse os "seus amigos gays", VOCÊ NÃO USARIA. A palavra homossexualismo foi usada por anos para denominar um DISTÚRBIO MENTAL, ou seja, era usada como caráter de DOENÇA. Ao usar essa palavra, você está SIM sendo ignorante e completamente preconceituosa. Triste saber que você perdeu seu tempo escrevendo esse comentário. Da próxima vez seja menos arrogante e use esse tempo para pesquisar coisas úteis na internet, já que você se demonstra tão preocupada com "conteúdo". Em certas situações, é válido o velho ditado: melhor ficar calada.

      Excluir
  10. Seu comentário também foi meio ignorante, mas no sentido de falta de inteligência. Primeiro não importa quantos amigos, familiares e conhecidos você tenha que sejam homosexuais. Você nunca vai saber como é ser eles, nunca vai sentir na pele o que eles passam todos os dias.
    Eu não generalizei ninguém. Falei especificamente de pessoas preconceituosas que não aceitam o fato de que a rede globo tem o direito de passar cenas sexuais depois de certo horário, seja do gênero que for. Isso se chama classificação indicativa. Se alguém não gosta disso basta não assistir nesse horário. O Netflix está ai para isso, assim como a própria internet, para que haja uma diversidade de conteúdo disponível a todos os públicos.
    A televisão não educa as crianças, quem faz isso são os pais. Então sim, há maneiras de controlar o que o seu filho vê, mesmo com a internet.
    E de qualquer maneira ele vai ter contato com homosexuais algum dia, seja na rua, na tv, na internet. Então o mais sensato seria desde cedo educá-lo para respeitar essas pessoas como os seres humanos que são.
    Sou sim contra algumas novelas brasileiras, mas só as que incitam machismo, racismo, xenofobia e qualquer outro tipo de preconceito e não por exibir cenas de sexo entre um casal gay.
    Eu não me coloco mesmo no lugar de gente preconceituosa. Isso você pode ter certeza de que nunca vai acontecer. Afinal este é um blog pessoal e você tem a escolha de não acessá-lo.
    Obrigada por comentar.

    ResponderExcluir
  11. Oi Ra, tudo bem contigo ???
    Eu confesso que pensei, pensei, e pensei, e após tanto pensar meu cérebro entrou em parafuso ... Não, brincadeira, eu decidi vir aqui deixar o meu comentário também. Mas antes de seguir com minhas interpretações da realidade, minhas voltas à história antiga, ao meu ponto de vista sincero, quero dizer que, assim como já defendi antes, existe uma diferença entre opinião e respeito. O que vou dizer aqui é a minha opinião, é provável, e isso acontece com frequência, que eu faça um loop e fuja um pouco do foco principal, mas não pretendo, em momento algum dizer que você está errada, ou que você foi ignorante, como outras pessoas fizeram ali em cima. Só quero deixar aqui o meu entendimento dos fatos, pois acredito que uma discussão é sempre bem vinda, desde que respeitosa !!! ^^
    Então vamos lá. Para você entender todo esse preconceito que ainda existe hoje, não apenas com o homossexualismo, mas com o próprio ato sexual, nós temos que voltar para a Idade Média, quando a Igreja Católica comandava uma grande parte das visões da sociedade e inseriu dentro do conceito de casamento, o fato de que o sexo era algo, até certo ponto, errado. Não disse aqui que é um pecado, ou que a Igreja proibia o ato sexual, mas a visão de um ato que não é nada mais do que uma estratégia de manter a espécie viva no planeta, passou a ser vista de uma forma diferente. Isso aconteceu lá atrás, mas foi realizado de uma maneira tão pesada, que hoje nós ainda temos resquícios desses pensamentos.
    Mudar a visão de mundo, a visão das coisas, leva tempo, precisa ser feita de maneira gradual. Se eu me incomodei com a cena gay da novela ??? Eu nem sabia que ela aconteceu até o momento em que a polêmica começou. Não assisto novelas, então não vou entrar nesse mérito. Mas acredito que talvez o que esteja faltando aqui, não é a necessidade de representar uma cena gay, mas é sim uma maior discussão sobre o assunto, que sinceramente, já está ficando batido.
    Se vamos representar, porque não representamos lésbicas, assexuais, transgêneros, andrógenos, e tantos outros que nem são comentados ??? Os gays abriram um espaço maravilhoso de discussão e aceitamento, mas eles não abriram espaço para o resto, e ainda sofrem com as consequências. E então eu volto na tecla, se realmente queremos mudanças, temos que trazê-las de maneira gradual, com discussão, com conversa, com mente aberta.
    Não adianta ensinar que precisamos respeitar as diferenças apenas as crianças quando os pais realizam lavagem cerebral nos filhos. Da mesma forma em que não adianta ensinar que está tudo bem ser diferente se os colegas vão apontar o dedo, vão perseguir e na pior das situações, até mesmo acabar com a vida de alguém. O que quero dizer é que a mudança tem que vir de todos os lados, mas deve ser feita de maneira pensada. A cena da novela levantou uma bandeira, sim, levantou. Mas não adianta só a novela, isso não vai mudar a mentalidade de ninguém ...
    Agora, repito, a nossa forma de pensar levou anos para ser moldada. Não vamos conseguir mudar nossa mentalidade da noite para o dia, isso vai levar muito tempo, mas é possível. Se na Idade Média a Igreja Católica conseguiu convencer pessoas de que quem lidava com ervas era bruxa, que os casais deveriam seguir uma cartilha de como praticar seus atos sexuais, de que o ato entre pessoas do mesmo sexo era errado, nós, no ano de 2016, também podemos mudar a mentalidade das pessoas. Mas isso leva tempo.

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, concordo contigo Bel. Você, como sempre acrescenta muita coisa nos meus textos e nas minhas opiniões. Por isso gosto tanto dos seus comentários!
      Entendendo que ainda vai levar um tempo até a sociedade se tornar um único ser, que entende e respeita os outros independentemente de qualquer coisa.
      Infelizmente nosso mundo ainda está cheio de ódio e às vezes não consigo ver essa luz no fim do túnel.
      Eu nem ia falar sobre essa cena até porque nem assisto novela, mas precisava colocar isso para fora por já estar cansada de as pessoas só distribuírem ódio por ai, entende?
      Mas muito obrigada por passar aqui e abrir anda mais minha mente!!

      Excluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Obrigada por me visitar!
Beijos.

contatoooldr@outlook.com

Instagram