Vida Literária: Para Sempre Alice - Lisa Genova


Olá leitores!

O livro desse mês para ser resenhado no Vida Literária - um clube do livro que participo com a Ana do Entre Chocolates e Músicas e a Kamila do Resenha e Outras Coisas - foi Para Sempre Alice, escolha da Kamila.

Aos 50 anos, Alice começa a esquecer. No início, coisas sem importância, como o lugar em que deixou o celular, até que, um dia, ela se perde a caminho de casa. Um diagnóstico inesperado altera para sempre sua vida e sua maneira de se relacionar com a própria família e o mundo. E, quando não há mais certezas possíveis, só o amor sabe o que é verdade.

Autora: Lisa Genova
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 283
Ano: 2009


Eu já tinha assistido ao filme, então meio que já sabia o que esperar. Ainda assim, como sempre acontece, me surpreendi com o livro. Apesar de o filme ser bem fiel, ler o relato diretamente dessa maneira é uma grande mudança.

Para Sempre Alice nada mais é do que a prática de empatia em forma de livro. O Alzheimer é uma doença que sempre ouvimos falar, mas que está longe de nossas realidades. Então ler um relato tão detalhado e íntimo é uma experiência única, que nos introduz na rotina de alguém que tem sua vida completamente transformada por essa doença.

Alice é uma mulher muito inteligente, com uma carreira brilhante e é obrigada a desistir de tudo quando a doença se agrava. Acompanhar todas essas mudanças e sentir a agonia de se ter suas lembranças tiradas de você aos poucos é algo inconcebível até se ler um relato como este.
FOTO: Girl Power

A escrita de Lisa é madura e nos carrega para dentro da vida de Alice com facilidade. Nos afeiçoamos a personagem e a seus familiares e entramos de cabeça em toda a situação do livro, o que só transforma toda a experiência mais emocionante.

Você pode ler quantos livros científicos quiser e entender a doença como um especialista. Mas nada mais te fará sentir empatia por alguém que sofre desse mal como esse livro. Entender o Alzheimer não significa entender o que é tê-lo e conviver com ele. O que é transformar o seu eu interior em uma pessoa completamente diferente do que você já foi.

Por isso acho muito válida essa leitura. Com certeza sai da minha zona de conforto e me deixei dominar pelas emoções dessa personagem tão cativante.


O Outro Lado da Raposa

7 comentários:

  1. Olá!

    Sou suspeita pra falar, mas amei a história! Entrar na mente de uma pessoa com a doença é ver um novo ponto de vista de quem a tem. Alice nos ensina muitas lições, vale a pena demais a leitura! Ah, e adorei as artes que você fez com os quotes!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho fugido desse filme porque sei que me acabarei de chorar haha
    É tão diferente ler/ assistir algo que sabemos que acontece com tantas pessoas no mundo a fora ...
    Amei tua indicação! Quando tomar coragem de ler e assistir ao filme te conto o que eu achei ♥
    Beijo
    Blog: estacaonoventae7.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, Raíssa. Amei a resenha.
    Uma dúvida: o livro é narrado pela protagonista? Em primeira pessoa?
    Parece ser uma estória triste e emocionante.

    Beijos, Hel - Leituras & Gatices

    ResponderExcluir
  4. Oi Raíssa!
    Confesso que esse filme me abalou tanto que não sei se tenho psicológico para ler o livro.
    É uma temática bem pesada para mim, essa doença acredito ser uma das piores existentes.
    Mas sua resenha foi cheia de emoção.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. OI RAÍSSAAAAAAAAAA

    Assim como você, eu também vi o filme e me apaixonei muito pela história. Assisti pela Julianne, na verdade, mas acabei vendo bem além disso. MORRO HORRORES de vontade de ler o livro também. A leitura pra mim é sempre mais prazerosa pela riqueza de detalhes e possibilidade de você sentir de fato toda a emoção que tá sendo passada.

    BEEEEEIJO
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!!!

    Eu gostei de ler essa obra. Não teria lido se não fosse pelo VL. Acho que foi uma ótima forma da autora retratar a doença que infelizmente não é muito fala na mídia.
    Como sempre sair da zona de conforto é ótimo!
    Ficou uma graça os quotes em imagens! Obrigada <3

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Oi Raíssa,

    Quando eu fiquei sabendo desse livro foi pelo filme, tomei um susto ao saber que era adaptação. Achei o filme ótimo e muito tocante e to com esse livro marcado na lista de desejados. Espero sentir muito mais do que senti com o filme. =)

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Obrigada por me visitar!
Beijos.

contatoooldr@outlook.com

Instagram