Projeto Escrevendo Sem Medo - Tema #11: Um acontecimento especial


Olá leitores!

Tema #11: Um acontecimento especial

Ok, esse foi o tema mais difícil até agora. Não sei por que, mas demorei muito tempo para pensar nesse texto. Acho que talvez seja porque ocupo tanto minha cabeça com os problemas que esqueço de pensar nas coisas boas que já aconteceram...

Pois bem, um acontecimento especial foi há dois anos, mais ou menos, quando eu finalmente conheci a família por parte do meu pai. A história com meu pai é bem longa e acho que não convém contar aqui, mas por alguns motivos eu não conhecia meu tio e meus primos paternos.

Até que, em um dia dos pais, me convidaram para um almoço na casa do meu tio. Eu já conhecia minha meia irmã, mas fazia tanto tempo que eu não a via que se ela passasse por mim na rua talvez eu nem a reconhecesse. Isso porque vivemos em um mundo moderno, com tecnologias que nos permitem estar sempre em contato com as pessoas. Mas as relações humanas continuam as mesmas.

Enfim, eu não fazia ideia de como era essa parte da minha família e sempre senti falta disso, mesmo não demonstrando. Finalmente então eu tive a oportunidade de conhecê-los e descobri pessoas muito boas, animadas e divertidas. Até tive a oportunidade de estreitar minha relação (que era praticamente inexistente) com minha meia irmã. Acabamos descobrindo o mesmo amor pelos livros e compartilhando experiências. Acho que esse almoço foi um momento muito especial na minha vida até agora.

E claro, depois desse almoço vieram outros encontros, outras conversas e outras risadas. Hoje mantenho contato com essa parte da minha família e é como se sempre tivesse sido assim. Por um tempo fiquei com aquele sentimento de que algo havia sido tirado de mim no passado. Mas hoje prefiro pensar que, na verdade, ganhei novas pessoas na minha vida. 

Esse texto faz parte do Projeto:

O Outro Lado da Raposa

12 comentários:

  1. Oi, Raissa!
    Que texto lindo! Realmente um acontecimento bem especial na sua vida.
    Eu sempre tive contato tanto com a família da minha mãe quanto a do meu pai, que é a que sou mais próxima. Então não imagino o que você tenha passado.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Mês das Mulheres em Dobro
    Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
  2. oi, oi.

    minha história é um pouco semelhante à sua. eu quase não tenho contato com a família do meu pai, e olha que eles moram na esquina da casa da minha avó por parte materna. a história tbm é longa... e, sabe quando vc não se sente bem ao lado de certas pessoas? é o que acontece comigo. não me sinto à vontade, sinto-me julgado o tempo inteiro...

    espero que as coisas tenho realmente ficado bem pra ti e, ó, comece a pensar mais nas coisas boas da vida, pq problemas todos nós temos. umas mais do que os outros, mas todos temos. ;)

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Adorei o texto! Fico feliz por você, realmente esse deve ter sido um momento muito especial para você.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  4. Oi, Raíssa!
    Que coisa boa! <3
    Fico feliz que você tenha estreitado laços com a sua família, principalmente com a sua meia irmã.
    Que isso só cresça!
    E para de pensar em coisas ruins, menina! A vida é linda, mesmo cheia de problemas.
    Hakuna matata sempre!

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Adorei o texto e o jeito como escreve. Imagino o que deve ser passado, mas é tão bom ter um laço com sua meia irmã. Deve ter sido um momento muito marcante em sua vida, que esse laço continue mais forte a cada dia.
    Todos nós temos problemas, deixe eles um pouco de lado e começa a pensar positivo, tudo se resolve no tempo certo.
    Amei o seu blog, estou seguindo para acompanhar os novos posts.
    Da uma passadinha no meu blog para conhecer, lá escrevo textos de minha autoria :)
    Beijos
    http://palavrass-ao-vento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Adorei a ideia desse projeto! E que texto lindo, tem uma sensibilidade muito boa.
    Ótimo blog <3
    bjs
    http://blog-abreaspas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Raíssa!
    Que texto bonito... Gostaria de compartilhar sua felicidade, mas infelizmente, perdi contato com a família do meu pai após a morte dele.
    Hoje, convivo apenas com a família da minha mãe. Graças a Deus, não falta amor!
    Beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Escrever sobre um momento especial é bem delicado, e fico feliz por você ter se aproximado da família do seu pai! Não tenho muita interação com a parte do meu pai também, e sei como isso faz falta. Você escreveu com uma simplicidade tocante!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "A Queda dos Anjos", vem conferir!

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Caramba, não sabia desse seu lado com tantos detalhes! Guardadas as proporções, também não tenho grandes relações com a família do meu pai. Briguei com uma tia e as outras tias foram se afastando. Meus primos ou são casados ou crianças, então nem rola tanto assim uma interação. Bacana ver que aos poucos, você vai construindo uma relação e conhecendo melhor sua família.

    ResponderExcluir
  10. Oii eu amei o texto e parece ser algo extremamente pessoal o que só torna seu texto ainda mais especial. Realmente ter um contato direto com o pai dá aquele vazio - senti isso.
    Achei incrível como você descreveu tudo
    beijo

    ❥Blog:Gordices Literárias

    ResponderExcluir
  11. Oii!
    Que belo projeto, super curtir a ideia! <3
    Muito bom seu texto, espero que os laços com a sua familia aumente casa vez mais. Uma irmã que também goste de ler é vida! <3

    Beijos

    Elidiane
    Leitura Entre Amigas

    ResponderExcluir
  12. Oi, que legal o que aconteceu com você. Família é nosso bem mais precioso, fico feliz que tenha mais gente agregada agora!

    Beijos,
    Natália

    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Obrigada por me visitar!
Beijos.

contatoooldr@outlook.com

Instagram