Insurgente - Veronica Roth



*Esta resenha NÃO CONTÉM spoiler*

Tem alguns livros que, quando acabamos de ler, tudo o que queremos e partir para a continuação dele ou então só ficar pensando nele. Não se com vocês é assim também, mas quando isso acontece comigo até demoro para escrever a resenha. Parece que eu quero guardar um pouco aquela estória na minha cabeça antes de colocar o que eu penso pra fora.

Em Insurgente Tris se transformou da garota tímida e quieta da Abnegação para uma mulher forte e determinada. Sua personalidade marcante e instinto de justiça fazem com que ela sempre acabe descobrindo a verdade por trás de tudo.

A sociedade que ela conheceu a vida toda já não é a mesma e Tris luta para descobrir seu lugar no meio de tudo isso ao mesmo tempo em que tenta conviver com os fantasmas de seu passado.

Porém, apesar de ela já ter descoberto muitas coisas, ainda há muitas revelações a serem feitas, sobre sua história e sobre o inicio de tudo.

Autora: Veronica Roth
Título Original: Insurget
Páginas: 512
Editora: Rocco
Ano: 2013



Este segundo volume da saga Divergente é repleto de reviravoltas e adrenalina. Li o volume sem nem piscar, para entender tudo o que estava acontecendo. A autora me surpreendeu com a estória, porque quando você acha que sabe onde as coisas vão parar, tudo acaba mudando e os personagens tem que achar uma forma de sobreviver a situação.

"Ser cruel não torna uma pessoa desonesta, da mesma maneira que ser corajoso não faz de ninguém gentil."

Como todos sabem, uma das coisas que mais chama a atenção em uma estória são personagens que se superam, que são fortes e cativantes. Isso é o que encontrei nessa saga. Além da própria Tris, que é teimosa, inteligente e justa, os outros personagens, como Tobias, Christina, Will, Zeke, Uriah... Todos tem algo que chama a nossa atenção e os torna palpáveis. Além de serem essenciais para a estória.

"As pessoas, eu descobri, são camadas e camadas de segredos. Você acredita que as conhece, que as entende, mas seus motivos estão sempre escondidos de você, enterrados em seus próprios corações. Você nunca vai conhecê-las, mas às vezes você decide confiar nelas."

Em Insurgente conhecemos mais sobre as outras facções e o modo de vida delas. A parte política da estória também fica mais evidente e percebemos que em todo sistema de governo há falhas.

Tris mostra que é feita de muitas camadas onde seu lado corajoso, inteligente e altruísta estão sempre em conflito. Ela ainda está descobrindo quem é, enquanto um conflito maior toma conta da sua cidade.

"Insurgente. Substantivo. Uma pessoa que age em oposição à autoridade estabelecida, mas que não é necessariamente considerada agressiva."

Algumas pessoas acharam que a estória desandou, mas eu não tenho essa opinião. Acho que, apesar das muitas informações que vão sendo desenterradas, achei a estória caminha para algo bem interessante. É uma forma bem realista de analisar como a política é complicada e como a linha entre justiça e controle é tênue, inclusive no mundo real.

Assim como no primeiro livro, passei praticamente o segundo volume inteiro com o coração na mão, por causa das atitudes imprudentes de Tris. Ela quer ser justa, mas às vezes deixa sua falta de autopreservação tomar as decisões, ao invés da razão.

Mas amei cada parte desse livro, assim como o primeiro. É difícil escrever a resenha dele, porque eu já li o último. Mas acho que os três, de modo, geral me agradaram muito na maior parte do tempo.


"Ambos travamos uma guerra dentro de nós. Às vezes, isso nos mantém vivos. Outras vezes, ameaça a nos destruir."

Comentários

  1. Olá!

    Apesar dessa série não ter me chamado a atenção, percebi, através de sua resenha, como essa trama se desenvolve, deixando transparecer várias mensagens. Entendo como você fica quando lê uma história que te cativou, realmente é difícil escrever a resenha quando você não tem as palavras certas. Espero que você traga a resenha do próximo volume!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. por tudo que li posso dizer que amei e já to louca pra ler , eu assisti um dos filmes da serie acho que foi divergente e desde de então me apaixonei pelos personagens . amei a resenha a Tris literalmente é incrível




    http://www.loucaapaixonada.com/

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito dessa série pelos seus livros, você realmente se apega com os personagens, a autora soube explanar isso bem. Mas os filmes realmente deixam muito a desejar!

    Beijos

    http://mais-doce-que-mell.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Raissa!
    Eu não suporto a Tris. Nossos santos não bateram hahahahah Creio que seja por ela ser parecida comigo.
    Esse é o menos preferido pra mim. A Tris com seu desejo de morte me tiram do sério.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Ainda não li Divergente, é como Rodrigo Amarante falou em uma entrevista, quanto mais marketing e repercussão existe em cima de uma obra, menos eu tenho vontade de ler. O que é o caso dessa, mas mesmo assim parece ser uma leitura bem bacana.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. amo resenha sem spoiler pq apesar do filme ja ter saido eu ainda nao vi haha, e claro que quero ler os livros tbm

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  7. Oi Ra!
    Pra mim esse é o melhor volume da trilogia, embora o pessoa diga o contrário. A tendencia depois desse é ficar uma bosta. Me decepcionei muito com Divergente, tanto que passei minha trilogia pra frente :(

    Abraços
    David
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi
    que bom que gostou da leitura desse livro e que achou que a protagonista amadureceu muito, mesmo com a resenha positiva não leria, sei que não vou conseguir fugir para sempre da leitura dele e sei que um dia vou ler, mais por enquanto não. Você falou bem desse livro com uma empolgação e é tão bom quando isso acontece com uma leitura.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. OIii!

    Eu normalmente, me forço o máximo a escrever a resenha antes de ler o proximo livro. Porque eu sempre acabo querendo falar de todos sde uma vez só :(
    Parabéns por conseguir fazer aresenha de um segundo volume sem spoiler, é mega dificil.
    Eu estou assistindo aos filmes, não li os livros. Engraçado, que mesmo no filme ela querendo ser justa, não vejo imprudencia da parte dela (ou não me lembro muito bem)
    Outra coisa que é legal, é que o romance não foco central. Isso é bem legal.
    Depois volto para ver a ultima resenha :(

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Oi Raissa !!! Não consegui me segurar, agora vou ler as três resenhas de Divergente, você está conseguindo me deixar bem curiosa com relação a trilogia. Acho que na próxima vez que rolar uma promoção vou comprar o box !!! ^^
    Assim como você comentou, também já tinha ouvido falar que no segundo livro a história desandava. Como não li, não posso falar nada, mas acho que isso é normal mesmo. Cada pessoa possui suas preferências, certas coisas da história vão ser mais importantes para um do que para outro, e os preferidos vão variar !!!
    Não sei se gostaria muito desse livro pois ouvi dizer que existe muito mimimi por parte da Tris, mas, quem sabe a hora que eu ler vou conseguir entender melhor.

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Obrigada por me visitar!
Beijos.

contatoooldr@outlook.com