Convergente - Veronica Roth



Uma vez eu li sobre um estudo que analisava as reações do cérebro enquanto pessoas liam estórias de que gostavam muito. A conclusão desse estudo mostrou que a atividade cerebral dessas pessoas era tão intensa quanto se elas estivessem vivendo aquelas emoções "na vida real".

Isso é uma prova de como estórias fictícias tem o poder de mexer com nossa mente. Acho que isso explica a conexão intensa que sentimos com determinados livros. E foi exatamente isso o que eu senti ao concluir a saga Divergente.

Os livros com certeza me deixaram com aquela sensação estranha de "ressaca literária" com a mesma intensidade de quando li Jogos Vorazes ou Harry Potter. Antes de começar a saga eu já sabia que iria gostar. Mas não imaginava que ia mexer tanto comigo!

A leitura, escrita e a música tem esse poder, quase mágico, de mexer com as emoções das pessoas. Por isso sou tão viciada nessas coisas. Escrever estórias, tanto quando lê-las, me proporciona uma sensação inexplicável. Mexe com os meus sentimentos como se aquilo fosse real. E em algum nível é real, por quê não?


No último volume da saga Tris já passou por muitas coisas e ainda está tentando se recuperar de tudo. Mas ainda há muito a descobrir e fazer. Imagine ver tudo o que você acreditou a vida inteira ruir e descobrir que a realidade é bem diferente. 

Acho que esse terceiro volume faz até os leitores ficarem desorientados com tantas mudanças. Pelo menos, foi como eu me senti conforme as revelações foram acontecendo e fomos descobrindo um mundo bem diferente do apresentado no primeiro livro.

Tris se transformou em uma garota muito mais inteligente e forte, apesar de ser atormentada pelas coisas horríveis que viu. Quando ela acha que encontrou um lugar em que pode ser feliz e reconstruir sua vida, ela acaba percebendo que ainda terá que travar outra luta antes de poder alcançar a paz.

Poucos livros me envolveram tanto em sua realidade quanto esses. Esse último volume da saga nos esclarece muitas coisas a respeito do modo de vida anterior dos personagens. Ele é tão cheio de novas informações que chega uma hora que a nossa cabeça parece que vai explodir.

Mas eu fiquei impressionada em como a autora criou cuidadosamente os detalhes desse universo. Ela teve que primeiro pensar no último livro para depois começar de fato a estória e isso é algo bem difícil de se fazer.

"Eu me apaixonei por ele. Mas não fico com ele de maneira automática, como se não existisse mais ninguém disponível para mim. Fico com ele porque decido fazê-lo todos os dias quando acordo e sempre que brigamos, mentimos um para o outro ou nos desapontamos. Eu o escolho continuamente, e ele me escolhe também." 

Outra coisa que me deixou confusa, mas ao mesmo tempo impressionada foi a capacidade da autora de criar tantos personagens e personalidades concretas para eles. É bem difícil encontrar personagens secundários tão bem elaborados.

Alguns capítulos de Convergente são narrados pelo Tobias e os demais pela Tris. Eu gostei disso porque às vezes é bom ter uma outra visão da estória, analisar os fatos sob outra perspectiva. E a autora deixou claro, pela forma de narrar, a personalidade de cada um. Os dois são bem diferentes em alguns aspectos, mas muito parecidos em outros.

"Assim como tenho insistido que Tobias tem valor, ele sempre insistiu que sou forte, insistiu que a minha capacidade é maior do que acredito. E eu sei, sem que ninguém precise me dizer, que é isso que o amor faz quando é certo. Ele torna você algo maior do que é, maior do que acreditava ser capaz de ser."

Gostei do equilíbrio entre romance, ação, drama e demais gêneros que a saga tem. Isso dá mais dinâmica à estória e você se pega lendo rapidamente para descobrir o que vem a seguir.

"Existem tantas maneiras de ser corajoso neste mundo. Às vezes, coragem significa abrir mão da sua vida por algo maior do que você ou por outra pessoa. Às vezes, significa abrir mão de tudo o que você conhece, ou de todos os que você jamais amou, por algo maior.
Mas, às vezes, não. 
Às vezes, significa apenas encarar a sua dor e o trabalho árduo do dia a dia e caminhar devagar em direção a uma vida melhor."
Só posso dizer que quem gosta de distopias como Jogos Vorazes e afins vai amar a saga Divergente. E se preparem para se sentir tensos, rir e chorar bastante!

O Outro Lado da Raposa

19 comentários:

  1. Oi Raissa!
    Eu também gosto muito da Saga Divergente, me decepcionei um pouco com o final de Convergente, mas não foi ruim, sabe?
    Infelizmente, eu já tinha o spoiler final, então me preparei emocionalmente para acabar a leitura. Porém, até hoje não consegui ler 'Quatro'.
    Veronica Roth foi incrível mesmo.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo o porque da decepção com o final. Mas acho que a autora fugiu um pouco dos padrões, o que é uma coisa boa.

      Excluir
  2. Oi Raissa, eu sabia o que ia acontecer no final mas meu Deus, você não tem noção de como eu chorei com o final, acho que não estava preparada mesmo sabendo o que ia acontecer.
    Super amo a saga, quero ver sua resenha de Quatro <3

    Hoje, meio dia sai um sorteio no blog, fica de olho ;)

    Beijos,
    Natália
    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá!!

    Como você já sabe, eu não li nada da autora ainda e essa série não é bem uma prioridade. Eu acho mega legal quando há um cuidado especial com personagens secundários. O fato dela trabalhar bem eles me chama atenção. Mas o interessante são todas facções e detalhes delas. Enfim, mesmo não querendo ler, tenho certeza que é um boa obra.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Eu amo Convergente ele é o meu segundo livro favorito da série depois de Divergente! Estou doida pelo filme <3

    www.sonhodemargarida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oiee

    Eu já disse que adoro essa série, né?
    Isso que você disse da troca de POV é uma coisa que eu gosto muito nos livros. E, também, o desenvolvimento de personagens secundários. A série deixa de ser aquela coisa que só roda poucos personagens e se expande, deixando a gente realmente mergulhar de cabeça

    Beijos,
    Letícia - Caverna Literária

    ResponderExcluir
  6. A trilogia de Divergente é umas das minhas prediletas ! eu adorooo de mais ! e amei muito o final, espero que não mudem no filme, mas do que mudaram !

    Blog: seteprimavera.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Rai!

    Mais uma resenha sua para me deixar morto de vontade de ler esta saga. Não li nada relacionado, muito menos nada parecido. Não que eu me lembre. Por isso a curiosidade em saber porque fala tão bem... amo ação, romance, drama e tudo isto tem neste livro e provavelmente em toda a saga. Quando eu ler, te digo algo. Já quero ler! Resenha linda, típica de quem amou e se envolveu completamente com a leitura. Continue sempre assim, beijo grande!

    Ewerton Lenildo - Viajante das Letras.
    viajantedasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Raíssa!
    Msm só tendo lido Divergente, considero uma das melhores distopias que já li até agora. Pretendo ler Insurgente e Convergente antes de lançarem o próximo filme, então vai ser logo, rs.
    Infelizmente eu já sei alguns spoilers do final, mas acho q n vai perder o brilho pra mim. Acho a escrita da Veronica sensacional, essa mistura de gêneros e os personagens são tudo de bom!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Raissa!
    Apesar de não ser minha distopia preferida, eu curti Convergente e o final da história.
    Realmente, a autora teve de pensar em vários detalhes.
    Espero que não mudem o final do livro no filme, mas, pelo que já fizeram, é bem capaz...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  10. Eu preciso ler essa série.
    OMG ♥
    Beijos
    Menina Caprichosa

    ResponderExcluir
  11. Oi Raissa!
    É bem legal mesmo quando o livro te puxa para a estória e parece que você está vivenciando tudo. Sempre vejo muita gente comentando bem sobre esta trilogia, fico curiosa para conhecer também, e gostei de saber que concluiu, bem para você. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Ra, tudo bem contigo ???
    Infelizmente, esse é um dos livros da saga que mais me aflige, e talvez seja o que eu vá gostar mais. Assim como aconteceu com Jogos Vorazes, eu acabei descobrindo (sem querer, e depois morri de raiva) o final da história e alguns acontecimentos de destaque, mesmo assim, no caso de Jogos Vorazes, o último livro foi o melhor para mim, e acabei nem ligando de já conhecer o final, a jornada valeu muito a pena !!!
    Fiquei feliz por saber que você gostou mesmo dessa trilogia, é bom descobrir sagas que nos emocionam, que nos cativam. ^^
    E, falando sobre a pesquisa que você comentou, eu também lá li essa pesquisa e achei super interessante. Só quem encontrou livros, histórias, aventuras, romances ou dramas maravilhosos sabe o quanto um livro pode mexer conosco, e o quanto é bom conhecer de pertinho todos os detalhes de cada história !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
  13. Oi
    eu peguei um mega spoiler desse livro e desanimei, sei que algum dia vou ler mais não agora, fico feliz que tenham gostado tanto desse livro pois vi gente que não gostou desse por conta do que acontece, é bom né quando o livro nos envolve tanto.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Essa série não me chamou a atenção, mas concordo com o que você disse no início do texto. Mergulhar na leitura meio que nos inclui naquele mundo, por isso amamos e sofremos tanto com nossos personagens favoritos. E sobre ter muitas informações, a autora fez um bom trabalho, pois, na hora da escrita, se jogamos muitas informações aleatórias, o leitor acaba confuso.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi, Raíssa!
    Fiquei muito feliz em ver essa resenha. Gostei bastante dos aspectos que você destacou e vou dizer o que achei sobre esse livro:
    Essa trilogia, com certeza passou a fazer parte da lista de histórias que me estimularam a pensar de forma diferente.
    Eu acho o primeiro livro muito bom, mesmo. Gosto bastante da escrita dessa autora e da maneira como ela construiu seu mundo. Mas infelizmente, a série vai perdendo qualidade, para mim, com o decorrer da história. Sendo que o primeiro me agradou muito e último me decepcionou. Não gostei da forma que ela tentou reconstruir tudo no último livro, isso acabou deixando lacunas e tornou a história corrida, mas isso não vem ao caso. kkkk
    É bom quando uma história deixa de ser apenas uma história, né?

    Abraços,
    http://entreserieselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Só li "Insurgente" mesmo, mas já vi os dois filmes. Quero muito terminar a trilogia até o lançamento do último filme, apesar de achar que não vai dar tempo. Já sei o final, graças à minha amiga, uma grande spoiler, mas sou fã da saga do mesmo jeito. Adorei esse mundo que a Veronica criou.
    Beijo,
    paraisodemenina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Olá! Adoroo Distopias, tenho lido bastante esses tempos, uma que amei foi a série "Reiniciados", é muito boa! Já Divergente eu amei os dois primeiros livros e fiquei louca com esse último kkkkk É meio que uma relação de amor e ódio. Mas a história não deixa de ser incrível, e o mundo criado por Veronica Roth é realmente fantástico!
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi, Raíssa.
    Não li nenhum dos livros, mas vi os filmes.
    Eu estou ansioso para ver essa história no cinema.
    Provavelmente os livros são até melhores.
    Nesse último capítulo espero que tudo se encaixe e não fiquem pontas soltas.
    Pelo que você descreve percebo que a autora conseguiu finalizar bem a saga.
    E isso nem sempre é fácil.
    Vemos muitas sagas que não acabam tão bem assim.
    Essa é uma das poucas que gosto.
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Obrigada por me visitar!
Beijos.

contatoooldr@outlook.com

Instagram