Resenha: Entre o Amor e o Silêncio - Babi A. Sette


Olá leitores!

Tenho o prazer de trazer para vocês a resenha demais um livro nacional de uma autora promissora, Babi A. Sette!

Conheci os livros da Babi através da Ana do EC&M, que sempre falava muito bem da escrita da Babi.

Um dia fui no lançamento do livro A Promessa da Rosa, no Conjunto Nacional, aqui em São Paulo. Conheci a autora pessoalmente lá e a achei muito simpática!

Então a Ana me deu o livro dela, Entre o Amor e o Silêncio, primeiro porque ela ganhou a nova versão da autora e segundo porque eu estava com muita vontade de ler!! haha

É claro que eu já tinha lido algumas resenhas positivas do livros, as pessoas estavam gostando bastante da estória e, pela sinopse, eu também passei a me interessar cada vez mais. Então cá estou eu com a resenha borbulhando na minha cabeça, de tantas coisas que tenho a dizer sobre esse livro!


Francesca Wiggs acabou de sofrer a maior decepção amorosa de sua vida, foi traída pelo homem que amava e descobriu da pior maneira possível.
Para se distrair e se recuperar da traição, ela decide fazer leitura voluntária em um hospital, enquanto escreve seu livro.
Lá ela passa a ler para um homem em coma há pouco tempo. Mas o que a surpreende é que ela começa a se sentir atraída por ele.
Por mais que essa situação seja inimaginável, é assim que a vida de Francesca muda radicalmente.

Autor(a): Babi A. Sette
Editora: Novo Século
Páginas: 527


Vocês não sabem a dificuldade que foi organizar todas as coisas que eu quero dizer sobre esse livro de uma forma coerente! haha Isso sempre acontece quando eu tenho muita coisa pra dizer, tenho que pensar algum tempo antes de escrever e quase sempre acabo apagando o que escrevi e editando meu texto várias vezes. Isso porque esse livro tem muito mais do que apenas romance, mais do que apenas a estória de um casal e de como esse casal ficou junto. É a estória da vida de uma pessoa, uma estória que poderia ser minha ou sua, porque é palpável. São situações que eu já ouvi falar na vida real e até vivenciei eu mesma. 

Me identifiquei com a Francesca em inúmeros aspectos. Ela acabou de sofrer uma decepção amorosa enorme e não quer mais se relacionar, pelo menos não por um tempo. Ela foi criada pela mãe e nunca teve atenção do pai e sente falta disso, mesmo que tenha se acostumado a ausência dele. E ela desconta seus sentimentos na escrita, o que, de certa forma, é o que eu faço também...
Então já nas primeiras páginas do livro fui me identificando e me envolvendo com a estória dela.



Francesca, por vir de um histórico de decepções decide se distrair com a leitura voluntária e com a criação de seu livro. Então ela lê o manuscrito todos os dias para um homem em coma. Porém enquanto ela lê, a estória vai sendo contada para nós também e você realmente fica esperando a próxima vez que ela lê no hospital para saber mais sobre a estória dentro da estória. Meio confuso? haha

Com o passar dos dias Francesca começa a se afeiçoar ao estranho em coma, um dos motivos é que ele nunca recebe visitas, e ela toma as dores dele por achar que ele está abandonado ali, sem ninguém da família que se preocupe em vê-lo.


Cada dia mais ela se preocupa com ele, procurando métodos e formas para ajudá-lo com seu estado de saúde, já que ninguém mais o faz. Como vocês devem imaginar um dia esse homem acorda e o que acontece depois vocês vão ter que ler para descobrir.

Mas prometo que os acontecimentos seguintes são emocionantes, viciantes. Fiquei lendo essa estória freneticamente por dias. Demorei um pouco para concluir por causa da faculdade e do estágio. Mas sempre que eu achava uma brecha voltava para a leitura, para saber o que vinha a seguir.



Os acontecimentos do livro podem ser associados à uma montanha russa, pois em um momento você acha que está tudo bem, mas sabe que não vai ser tão fácil assim, já que ainda restam pelo menos 300 páginas pra terminar a estória, então muita coisa ainda pode mudar. 

Mas a estória vai te envolvendo cada vez mais, principalmente porque é perceptível o cuidado que a autora teve em pesquisar, tanto sobre coma, como sobre os negócios do Mitchell... Aliás tudo o que ela fala no livro parece ter sido cuidadosamente pesquisado e estudado. Isso dá muita credibilidade à estória, além de passar conhecimento ao leitor.

Eu tenho buscado ler estórias que me passem algo a mais do que o que a sinopse trás. E esse livro com certeza é rico no quesito "algo a mais". haha Além de podermos aprender coisas novas e até conhecer lugares diferentes!



Achei os personagens bem... Humanos. Se é que vocês me entendem. Quando você conhece alguém e gosta dessa pessoa, você gosta até dos defeitos dela. Acho que foi o que eu senti em relação aos personagens. Eles tem qualidades e defeitos. Mas ambos me conquistaram!

Achei que o Mitchell é bem parecido com o Christian Grey em alguns aspectos. É controlador e ciumento, mas no fim isso tudo é só porque ele é inseguro.

Já a Fran se mostrou bem forte, decidida. Com mais personalidade do que a Anastásia. haha
Ela já passou por muuuita coisa na vida e isso só a fez ser mais forte. Acho que é assim que devemos encarar as situações ruins que passamos, como oportunidades de nos tornarmos mais fortes no futuro.

Enfim. Eu recomendo muuuito esse livro. É apaixonante, sensível e muito bem escrito! *-*

Comentários

  1. Oi Raissa!
    Acredita que não consigo gostar desse livro? Não entendo o porquê, vejo tantos elogios, mas é muito 50 tons para minha cabeça, rs.
    Quero ler o novo da Babi e ver o que acho. Tomara que eu goste mais.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha posso te garantir que é beeeeem diferente de cinqüenta tons. Acho que a única coisa em comum é o jeito controlador do Mitchell. Mas de resto é muito diferente..

      Excluir
  2. achei um romance interessante com o plus dela se interessar pelo cara em coma, oq é bem diferente! rs... como vc disse parece msm envolvente

    wwww.tofucolorido.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o melhor de tudo. É um livro nacional!!! ;)

      Excluir
  3. Olá!

    Eu estou louca pra ler esse livro! Ele fica aqui na minha lista me chamando rs Mas, tenho certeza que eu vou adorar essa obra! E a Babi, o que dizer dessa linda que considero demais? <3

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Raissa!
    Eu também sou dessas que, quando começa a escrever quando tenho muita coisa pra falar, acabo me atropelando e apagando tudo diversas vezes! Isso acontece até quando vou escrever comentários às vezes! kkkkkkk
    Eu tenho lido muita resenha bacana de livros da Babi, e tenho ficado cada vez mais encantada!
    As capas são tão lindas... as estórias sempre tão bem escritas e elogiadas! Estou em busca do meu primeiro exemplar pra poder conhecer um pouco mais dela!
    Esse livro em especial me chamou a atenção.... um amor que nasce assim, deve ser a coisa mais linda de se acompanhar. Não sei pq, mas ele me lembra Como eu era antes de você, acho que pelo fato de termos um enfermo na trama... E por acontecer um amor puro e despretensioso.
    Só sei que eu to ansiosa!
    Haha

    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom encontrar alguém como eu. Realmente em alguns aspectos é parecido com como eu era antes de você. Mas em ouros é bem diferente. Acho que na verdade é meio incomparável. Haha

      Excluir
  5. Esse negócio de se apaixonar por uma pessoa que estava em coma no hospital, sem ninguém da familia do doente ir visitar, e ficar lendo histórias para ele me lembra muito a primeira temporada de Once Upon a Time, porque é exatamente isso que acontece.

    O livro parece ser bem legal, não conhecia nada da autora ainda, mas fiquei com vontade de ler.

    Beijos,

    http://sweetlikecaramel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas você diz a primeira temporada normal ou de algum especial. Porque não achei tão parecido, apesar de ter gostado bastante.

      Excluir
  6. Olá, Raissa. Tudo bem?
    Já havia ouvido falar sobre o livro, mas nunca parado para ler uma resenha sobre.
    Gostei de seu ponto de vista. Confesso que não esperava uma opinião tão positiva, nem tão pouco que você considerasse a leitura possuidora de "algo a mais". Às vezes nos deixamos levar pela capa e sinopse, né? Acredito que isso esteja sendo um erro de minha parte.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não esperava que fosse ser assim.
      Mas depois de conhecer melhor a autora eu entendi que eu iria gostar de qualquer livro dela!!!

      Excluir
  7. Oláá Raissa, tudo bem??
    Então, esse livro a Babi está na minha WishList a tempoooos, quero muito ler ele e agora que li sua resenha fiquei ainda mais curiosa e com mais vontade e aquiri-lo, essa capa já é incrível e a sua foto com a orquídea ficou muito linda! *O*
    Bjoos

    Jovem Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa, a autora, a estória... Tudo é demais! hahaha

      Excluir
  8. Oi
    Que bom que adorou essa história,
    tenho vontade de ler esse livro e um outro da autora, todos Falam tão bem deles.
    Nossa se apaixonar por uma pessoa em coma, sendo que só ela vai demostrar sentimentos.
    Já quero ler para saber se o homem acorda e o que acontece depois disso.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muuiita coisa legal, é o que acontece!! haha

      Excluir
  9. Oooi, Raissaaaaaaa!
    Quanto amor nessa vida *.*
    Estou bem doida para ler esse livro.
    Tentei várias vezes comprar e estava esgotado, aí FINALMENTE eu encontrei e comprei.
    Mas não li ainda, vou fazer isso em breve, muito em breve.
    Tããããão bom ler a sua opinião, ver tudo o que você gostou na história. :D
    Essa questão de ser uma montanha-russa de emoções gosto muito em livros. Sinto que vou amar!
    E essa capa linda de doer?
    Nunca li nada da autora, acho que vou começar bem, né?

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teeeca, tão bom te ver por aqui! *-*
      Vai começar muito bem viu?
      Além de a estória ser linda, a autora escreve muito bem!! :D
      Aliás, preciso ler logo o SEU livro ;)

      Excluir
  10. Awn que livro interessante. Fiquei mega curiosa. Adoro ler livros assim.

    Beijos Amora
    Amoras com Classe

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    A Babi foi um grande presente para mim. Além de ser uma autora sensacional ela é uma grande amiga e sempre está a disposição.
    Esse livro é ótimo e muito bem escrito, mas a escrita dela melhora ainda mais no segundo livro.

    Francie é um doce. Fiquei feliz que tenha gostado e se identificado.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Eu li algumas resenhas negativas e positivas sobre esse livro há algum tempo e quando vi a sua decidi ler para refletir mais e abranger mais ideias sobre a obra. Não sou muito fã de romance, pelo menos não ultimamente, tenho me focado mais em outros gêneros literários porque eu meio que saturei. A mensagem é bem interessante acerca do que você abordou aí, e sempre é bom personagens bem humanos e cheios de defeitos porque essa é a realidade, mas então veio a comparação ao Grey e eu fiz beicinho... Não gosto muito, sabe?!
    Conheço a autora só de ouvir falar e não por ler suas estórias. Desejo muito sucesso a ela, até porque é nacional e creio que devemos valorizar a nossa literatura, e eu super gosto de gostar de nacionais, mas essa obra eu não leria. Para quem gosta do gênero é super uma boa.
    Ótima resenha.
    Beijin...
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Ra, tudo bem flor ???
    Ai, ai, ai ... sempre que eu vejo essa capa linda, perfeita e maravilhosa dou suspiros e me encanto mais e mais por uma história que nem conheço, mas que me deixa super curiosa. Já li várias resenhas do livro e todas foram cheias de elogios. Porém até hoje não consegui iniciar a leitura e conhecer essa narrativa por mim mesma, acho o preço do livro um pouco salgado, pelo menos, todas as vezes que procurei ele o preço não era muito amigo do meu bolso, rsrsrs, assim, ainda não li. Mas vontade não falta.
    Sabe Ra, você destacou uma coisa na sua resenha que eu adorei, o fato de a autora ter pesquisado e demonstrado bem essa pesquisa ao longo da história. Adoro quando isso acontece, deixa a narrativa mais rica, mostra o foco e vontade de autor em escrever algo muito bom. Gostei de saber disso !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Obrigada por me visitar!
Beijos.

contatoooldr@outlook.com