Inspiração... Ou a falta dela



Dizem que a melhor inspiração é um coração partido. As músicas mais tocantes, as pinturas mais intensas e os textos mais emocionantes são aqueles que falam sobre o único e sincero sentimento de se ter o coração transformado em migalhas. 

É claro que quando estamos felizes queremos gritar para o mundo, mas quando estamos com o coração aos frangalhos só conseguimos pensar naquela dor e tudo o que fazemos tem um sentimentalismo especial. 

Parece que a inspiração vem tão mais fácil, porque temos algo a dizer, algo que não sai de jeito nenhum da nossa cabeça, então tentamos expulsar aquela dor de qualquer jeito. No meu caso é escrevendo. 

Sempre que algo ruim me acontece escrevo pra me sentir melhor. E no meu caso não é só quando se trata de amor perdido. 

A raiva me inspira muito também, quando experimento esse intenso sentimento meus dedos chegam a formigar, como se meus pensamentos fossem independentes e corressem livres pelos meus dedos. O texto sai que é uma beleza. 

Mas em momentos como este, quando não estou extremamente feliz, ou com raiva, ou triste, parece que a fonte seca e eu só consigo pensar em como estou sem idéias. 

Foi ai que surgiu a idéia de escrever sobre como é ficar sem idéias. Brilhante não? 

Já até deixei de escrever por não ter nada pra dizer. Acho que é melhor não fazer nada a fazer algo medíocre cheio de asneiras. 

E agora escrevendo esse texto percebo como a falta de idéias pode ser inspiradora. 

Mas também me fez pensar que às vezes procuramos por algum drama, pra deixar as coisas mais interessantes, mesmo que inconscientemente. Afinal, o que seria dos nossos dias não fossem as discussões acaloradas, as lágrimas carregadas e os corações precisando de reparos?


E vocês? O que fazem quando a inspiração não vem?




O Outro Lado da Raposa

28 comentários:

  1. hehe as vezes bate mesmo aquela falta de inspiração em tds os sentidos da nossa vida....

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Engraçado neh? Com a cabeça vazia, mas ao mesmo tempo tao cheia

    blog-quem-disse.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Eu anoto hahahahaah. Tenho uma suuuuper memória e se eu não anoto as coisas que eu penso acabo esquecendo todas as vírgulas do texto.
    Acho que o que me inspira vai além dos sentimentos, as vezes a musica, as vezes a paisagem, as vezes um livro, na verdade tudo faz parte disso ;)


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa Rá... bem assim mesmo !

    Hoje em dia já não escrevo como antes... talvez pq também não leia mais como antes. Mas quando eu gostava de escrever, era sempre inspirada por esses sentimentos.

    Eu adorei o texto que saiu da sua "falta de inspiração" hehehe. Você escreveu bonito e se expressou bem... no fim saiu lindo de se ler ;)

    Passa exatamente como é escrever pra aqueles que nunca foram disso.

    Beijoo !

    | O Blog Que Não é Blog |

    | Sorteios Na Web |

    ResponderExcluir
  5. Oi, Raíssa.

    Já passei e continuando passando por isso (ficar sem ideias). Concordo que coração partido é inspirador e faz maravilhas, mas gosto de estar feliz e escrever coisas alegres também. Já escrevi textos das duas formas e ficaram bons, mas ainda prefiro escrever estando feliz e radiante. Quem sabe a inspiração varia de pessoa para pessoa???

    beijos

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br
    Twitter: @rs_juliete

    ResponderExcluir
  6. Adorei o post. Quando falta a inspiração eu costumo ir atrás de novidades.. Leio bastante, ouço música, vejo filmes...

    bjs Má
    www.2betrend.com.br

    ResponderExcluir
  7. Amiga eu sinceramente tenho que confessar que gostei bastante de tudo que você colocou em seu texto, até porque me identifiquei com algumas coisas. É ruim mesmo a gente não ter inspiração para algumas coisas. Eu quando estou triste eu não quero fazer nada. Quero largar a mão de tudo e deixar como tá. Mas como vc disse, com alegria fazemos tudo né? heheehe...Normal...Mas isso tudo é fase, porque tudo passa nessa vida.

    O jeito é aceitar mesmo as dificuldades da vida e encarar tudo de frente

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/02/resenha-insignia.html

    ResponderExcluir
  8. Adorei o intuito e a criação do post, haha Eu nunca fico sem inspirações, sempre me baseio em alguma coisa do meu cotidiano e disso, muitas coisas surgem \o
    www.iamcamilakellen.blogspot.com
    www.youtube.com/c/camilakelleniam

    ResponderExcluir
  9. Concordei em tudo. Para mim tudo flui mais fácil na hora de escrever quando estou tomada por emoções muito fortes, mas quando está tudo normal… nossa, que sacrificil, rs. Mas é isso, adorei. Já li alguns textos como esses e nenhum deixe de gostar… é muito interessante que as vezes na falta de idéias surgem muitas coisas também. haha

    http://www.teoremadabeleza.com

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Quando não estou inspirada, fico com sono. Mas, na maioria das vezes, a memória ajuda e acabo me lembrando do que ia escrever rs. Acho que a inspiração vem das questões do momento: posso ouvir uma música, ler um livro ou até mesmo observar as pessoas indo e voltando pelas ruas...

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi! Tudo bem?
    Ah, quando a inspiração não vem, fico reclamando aos quatro ventos. Mas, no fim, me rendo a uma boa música calma e com letra suave, que acaba por me reconfortar.
    Gostei muito do seu texto!

    Um beijo,
    Doce Sabor dos Livros docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Sobre escrever textos, a raiva sempre foi minha inspiração!
    Meus melhores textos foram escritos em meios as lágrimas, ahhahaha
    Beijão, Ana do dia ♥

    ResponderExcluir
  13. Oiie! Tudo bom??
    Já passei por fases assim também... Mas acho que tudo depende...
    Confesso que um coração partido faz textos belíssimos e também tristes sobre amor...
    Mas só a inspiração em algo alegre com o coração feliz é que conseguimos conteúdos mais criativos e motivantes!!

    Beijos,
    Marcella
    Diário de Marcella

    - Facebook
    - Twitter
    - Youtube
    - Instagram

    ResponderExcluir
  14. Oi Ra! Eu gosto de escrever quando estou para baixo, para me libertar, jogar as coisas ruins fora, mas gosto mais quando estou feliz, principalmente minhas resenhas! Gosto de passar os meus sentimentos puros quanto ao livro, preciso estar bem comigo mesma! Entendi!? Dai a inspiração vemmmmm!
    Beijos
    Resenha: Lobo Mau - Bodenstein & Kirchhoff # 06 - Nele Neuhaus
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2015/02/resenha-lobo-mau-bodenstein-kirchhoff.html

    ResponderExcluir
  15. A tristeza e a raiva são muito inspiradoras para mim também. Sempre acho que o que eu escrevo quando estou pra baixo fica melhor do que o que crio quando estou feliz. Vai saber, né? Acho que é essa necessidade de desabafar.
    Beijos!

    www.diarioquaseescritora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Emoções afetam a escrita diretamente, isso é fato. Hemingway costumava dizer que a melhor escrita vem quando se está apaixonado. Eu não sei se concordo ou não. A escrita do apaixonado costuma agradar por quanto tempo a paixão dure, depois o texto perde o valor. A tristeza e a raiva são bons combustíveis, porque aí é quando você quer fazer alguma coisa, destruir alguma coisa ou construir em cima. Qualquer emoção que não seja a satisfação é boa pra criatividade. Mas é difícil escrever quando se está feliz e satisfeito, nada acontece nessas horas. Por consequência, claro, a escassez criativa te deixa infeliz de novo e tudo volta ao normal...

    ResponderExcluir
  17. Oláá!
    Quando falta a inspiração é complicado, por isso sempre procuro focar a mente em assuntos diversos.
    Essa falta de inspiração passa, pode apostar, haha.
    Gostei demais da postagem.
    beijos
    http://masenstale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Toda vez que eu fico sem inspiração, eu paro e penso em algo que me faça relaxar e se não vem eu não obrigo a mim mesma fazer escrever algo de qualquer jeito. Pro e reflito e sempre vem algo novo na minha cabeçasei lá.
    http://pensamentosdefabs.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. me sinto exatamente do mesmo jeito,quando estou com raiva ou com o coração partido as inspirações surgem muito mais em um fluxo que nem eu mesmo aguento hahaha
    Choices

    ResponderExcluir
  20. Oláaa,
    Eu sempre escrevo para esquecer daquele acontecimento ruim. São nas palavras que eu desabafo e dou o melhor de mim, o bom é que o resultado sai uma coisa maravilhosa (em minha opinião, claro). Sua ideia foi ótima, escrever sobre como é ficar sem ideias. Amei, hahahah A inspiração está em falta aqui, eu sempre tenta recompor mas não vem de jeito nenhum. Não tenho o que fazer, apenas leio para ver se isso passa.
    Beijos,

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Olá! Quando eu estou sem inspiração eu visito vários blogs, vejo filmes, séries, vídeos e acabo no final tendo uma ideia nova.

    http://www.whoisllara.com/

    ResponderExcluir
  22. Oi, Raíssa!
    Não sei o que dizer sobre o seu texto. Sério. kkkkk
    Concordo que quando as emoções são intensas a criatividade aumenta e se amplia, mas acho que a inspiração é relativa...
    Enfim, acho que vou ficar pensando nisso por aqui. rs

    Ta rolando promoção lá no blog, participe!
    http://entreserieselivros.blogspot.com.br/

    bjs

    ResponderExcluir
  23. Eu sempre penso isso sabia? Quando estou triste ou com raiva sempre fico com mais vontade de expor as coisas, escrever, criar novos projetos. Esses sentimentos precisam extravasar e podem ser inspiradores, de certa maneira!


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  24. Com certeza as emoções interferem em nossas criações, mas nossas inspirações geralmente vem de coisas que gostamos e sentimentos bons. Como não escrevemos sentimentos como raiva e a dor de um coração partido não nos ajudam a criar!!

    beijos


    http://www.onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Eu sempre penso em como perfeição é entediante haha. Nada como um bom drama! Adorei seu post!
    http://www.lenouveaugrunge.com/

    ResponderExcluir
  26. Também gosto de escrever quando estou me sentindo mal, acho que faz bem e eu não desconto em quem não merece rs
    E na falta de inspiração, eu gosto de ouvir músicas, tipo O teatro mágico *-*
    beeeijos
    http://tudoseajusta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Olá,
    Adorei o texto. Inspiração é algo que nunca forço, quando vem eu aproveito, escrevo (às vezes muito, àsvezes pouco), mas também respeito seu tempo e aguardo, sempre ansiosa, por sua chegada.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - http://memorias-de-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Raissa concordo muito com vc, teve uma época que eu estava com o coração completamente destruido, e cara era impressionante a habilidade que eu tinha para escrever poemas lindos, e todo mundo babava a fase passou e parece que a inspiração foi tbm com ela hahaha
    beijão
    www.carolinafaria.com.br
    facebook.com/blogcarolinafaria
    instagram @carolinacf

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Obrigada por me visitar!
Beijos.

contatoooldr@outlook.com

Instagram