Se não fosse assim, não seria eu.

dezembro 12, 2014


 Bora ler mais um daqueles textos cheios de sentimentos?



Acordo sobressaltada, uma lágrima traiçoeira escorre bem no canto de um olho. O sonho não foi ruim, foi só um vislumbre de uma vida passada, algo que alguém enterrou e não olhou pra trás.
Mas ainda está vivo na minha memória, tanto que ela insiste em trazer essas lembranças em forma de sonhos e quando acordo a realidade vem me dar bom dia. 
Esse desejo desesperado é algo irracional, primitivo, parece com o desejo de ar quando se está afogando.
Me obrigo a não pensar mais nisso, coloco uma música, leio um livro. Até que dá certo, o resto do dia passa e eu mal percebo.
É só me deitar e deixar meu corpo relaxar que os pensamentos são automaticamente direcionados para aquela época, pra aquele tempo que ficou perdido como se nunca tivesse existido.
Fantasio que vai passar, que é só uma fase. Tem que passar!
Mas o que eu posso fazer quando não tenho controle dos meus sonhos? Quando percebo que bem lá fundo meu desejo é algo impossível, é passado?
Bem agora estou escrevendo sem ver, só olhando cegamente pra frente e enxergando momentos, lembranças, toques, cores, sorrisos.. Felicidade.
Alguns diriam que isso não é se amar, não é ser feliz. 
Não me leve a mal eu até concordo... Mas é como a Clarice diz na música.. Se não fosse assim, não seria eu.




Música inspiradora: Capitão Gancho - Clarice Falcão



You Might Also Like

28 comentários

  1. Olá!

    Você vem mais uma vez com seus maravilhosos textos carregados de romantismo!! Eu nunca senti nada próximo disso, mas imagino como deve ser doido carregar esse sentimento...

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    Instagram @blogresenha

    ResponderExcluir
  2. Oii,

    Gostei do texto! Bem escrito e muito sincero!!
    Faz teeempo que não paro para escrever algo meu, espero que você não pare de publicar seus textos!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  3. Ai ai... fica quieta pq entendo exatamente como é não controlar os sonhos hehehe.

    Lindo texto viu Ra.

    Beijos !

    | O Blog Que Não é Blog |

    | Sorteios Na Web |

    ResponderExcluir
  4. Raissa, você escreve muito bem. :)
    Adorei.

    Beijos, e um ótimo fds.

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
  5. Raissa, você e seus textos maravilhosos !!!
    Não me canso de ler seus textos !!! A cada novo texto que você posta aqui é uma nova surpresa, um novo encantamento, por favor nunca pare de compartilhar seus textos !!! ^^

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
  6. Intensidade é a palavra, do mesmo jeito que vem, vai...

    Somos assim <3

    Beijos,

    Elisangela Silva

    Estilo pra Vida | Twitter | Facebook


    ResponderExcluir
  7. adoro a clarice (e essa com certeza minha musica preferida dela), adorei o texto, tbm sou assim

    www.tofucolorido.blogspot.com
    www.facebook.com/blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oiii!
    É a primeira vez que leio um texto seu, achei muito sincero e bonito!
    Me identifiquei com alguns pensamentos. .. Continue escrevendo ;)
    Beijos
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Lindo texto, cheio de sentimentos!!!Você escreve muito bem!!

    beijos


    http://www.onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Raissa! Tudo bem?
    Aaaah, que texto gostoso de ler! Deu vontade de continuar lendo, ficou muito bom AND com inspiração na Clarice ficou ainda melhor (e Capitão Gancho <3<3<3). :) Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. As vezes somos meio masoquistas. haha Mas com o tempo tudo muda e nos esquecemos...
    Bjs

    http://achadosdamila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Que bonito <3 Tem tantas coisas que são estranhas, únicas, bizarras, mas a gente é assim, cheios de singularidades e personalidade (e que bom!) :)


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  13. Menina, você escreve muito bem, parabéns!
    Não há nada que o tempo não cure, tudo serve para nos fortalecer :)
    e até nos inspirar para escrever hahaha beijos!

    www.entorpecendo.com

    ResponderExcluir
  14. As vezes eu penso que "Sonhos são esquisito, idiotas e me apavoram", não da para ter controle sobre eles. Mas, a parte isso, adorei seu texto cheio de sentimento!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  15. OMG!! Já falei que adoro seus textos, não é?!
    São carregados de sentimento e tamanha sinceridade, algo que está em falta hoje em dia. Adorei adorei, de verdade. Espero ver outros em breve aqui.
    Beijos!
    http://masenstale.blogspot.com.br/

    ps. e eu adoro as músicas da Clarice

    ResponderExcluir
  16. Oi flor,
    Que texto é esse? Fantástico!
    Você não escreve, humilha! Cara, apaixonei. Não conhecia seu blog, virei fã. Nunca pare de escrever! Beijos e mt sucesso!
    www.blogdavivinh.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Raíssa, tudo bem?
    Adorei seu texto viu! Acho que ainda não tinha lido nenhum de seus textos aqui...
    Não conheço a música que te inspirou, mas fiquei curiosa.

    Beijão ;*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  18. Profundo e denso, as vezes eu fico pensando, quem seria eu se não fosse eu, sabe? Mas como tu disse, não temos controle sobre os nossos sonhos, que bom se tivessemos, talvez teríamos outro destino.

    Sobrelentes.blogspot

    ResponderExcluir
  19. Olá Raíssa!
    Menina amei seu texto, de uma sensibilidade e delicadeza única!
    Parabéns pelo blog!

    Beijos ;)
    http://enquantoissonaitalia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Você é muito intensa e completa, amo ler seus textos, me enxergo por suas palavras... Parabéns, lindona, escreva sempre!

    www.vodkaescarpin.com.br

    ResponderExcluir
  21. Que texto mais lindo. Você escreve muito bem, sério. Parabéns.
    http://www.jardimdeprimavera.com/

    ResponderExcluir
  22. Que bacana o seu texto, realmente cheio de sentimento, tem talento para escritora em? Parabéns!
    Boa semana!
    Fica com Deus!
    Beijo!

    http://nannacunha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Ai que texto!!!! Amor é isso, amor é amor de qualquer jeito. Mesmo quando dói e sobrevive de lembranças.

    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderExcluir
  24. Oi tudo bem ?
    nossa eu gostei dimais do texto senti uma sinceridade super assim sabe algo magico
    amei

    beijos
    http://loucaapaixonada22.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi Raíssa!
    Primeira vez te visitando. =D
    Adorei o texto, difícil não se identificar... E essa parte? "Algo que alguém enterrou e não olhou pra trás." Adorei.
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  26. Acho que todo mundo tem um momento desses, que voltam pra nos torturar durante a noite. Nem precisa ser o mesmo tipo de memória, pode ser relacionada a outras coisas, o que importa é que de quando em quando ela reaparece.
    Falar sobre é um bom primeiro passo. É necessário coragem pra se abrir quanto a essas coisas assim em público, ainda mais de um jeito tão poético. Seus textos são muito bons.

    delirandoeescrevendo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Oi, minha flor.
    Seu texto é mesmo cheio de sentimentos e muito, muito humano. Desapegar-se do passado é tão difícil quanto necessário. Quando o passado começa a interferir na maneira como vivemos o presente, é preciso enfrentá-lo e findá-lo. O sofrimento que as lembranças provocam pode ser paralisante, como se não nos permitisse seguir o ritmo da vida.
    É como o primeiro amor, que dificilmente será o "último". Amamos como se não houvesse amanhã, amamos na certeza de que será "sempre assim". Mas não é. As pessoas mudam… e o objeto de nosso sentimento já não parece quem conhecemos. E nosso espelho reflete o mesmo: mudamos.
    Faz parte da vida, flor. Se é uma fase, não posso dizer com certeza… Mas, segundo a minha experiência, aprender a deixar no passado o que a ele pertence é um gesto importante de quem quer abrir-se ao novo com a mesma coragem de antes.

    Beijos, linda!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  28. Ai que texto lindo Raissa! Simplesmente adorei, com todo esse ar poético e lindo. Fiquei imaginando que esse pequeno trecho poderia ser o prólogo de uma história maior, de um conto ou livro quem sabe!?
    Nunca pare de escrever e de compartilhar com a gente. É sempre bom entrar aqui e ver uma maravilha dessas que emociona e inspira.
    Beijos :D
    Debora.
    http://vanille-vie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Obrigada por me visitar!
Beijos.

contatoooldr@outlook.com

Canal

Canal
Se inscreva!

Facebook

Estou lendo

Estou lendo
A Maldição do Tigre