Personagens Inseguras




Depois de muito ler sagas que amei percebi que na maioria delas tem uma coisa que me incomoda DEMAIS.

Porque as personagens femininas tem sempre que ser inseguras com sua aparência ou sempre deixar que o cara salve elas de tudo e de todos?

Não sei se vocês já leram alguma coisa do Sidney Sheldon, mas a maioria dos livros dele (se não todos) a personagem principal é mulher. Porém ele sempre as escreve como uma garota de personalidade, determinação e inteligência. Essas personagens sempre se destacam em qualquer coisa que desejam fazer e tudo sozinhas, pode até haver um romance com algum cara, mas elas não deixam que o cara sempre as salve de tudo, elas não precisam disso porque são auto suficientes.

Um livro de Sidney que sempre vai ficar marcado na minha memória é Se Houver Amanhã, a personagem, Tracy Whitney, passa por muitas situações difíceis, desde a morte de sua mãe até ir para a cadeia por um crime que não cometeu e sofrer muitos abusos lá. E mesmo a personagem passando por tudo isso ela evolui, sozinha e vira completamente o jogo.

Esse tipo de personagem nos inspira, nos motiva a sermos mais auto confiantes e não nos deixarmos abater por qualquer coração partido.

E apesar de eu realmente gostar de histórias como A Seleção, Crepúsculo e romances variados a insegurança das personagens sempre estraga um pouco a história. Essa dúvida eterna que elas tem em relação aos próprios sentimentos ou aos sentimentos do cara que elas gostam às vezes chega a ser uma tortura.

Mas infelizmente esse parece ser exatamente o tipo de personagem que vende e que os autores, talvez por medo de o livro não fazer sucesso, optam por descrever.

Então fica aqui meu lamento e minha vontade para que grandes histórias, com grandes e fortes personagens sejam escritas!




Comentários

  1. Olá!!

    É sempre legal ver personagens femininas se sobressaindo, mas como são as inseguras, porém felizes e apaixonadas, que vendem, dificilmente veremos mocinhas fortes na lista dos mais vendidos!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Raíssa-linda!
    Eu adorei a reflexão. :) Acho que a insegurança das personagens vem ao encontro do que o autor precisa desenvolver para dar mais veracidade ao enredo e manter, também, um pouco do mistério. Em A Seleção, por exemplo, a America não queria ser uma das escolhidas. Então, seria estranho se – de repente – entrasse "no jogo" como quem decidisse se tornar a próxima rainha. Ela precisa se sentir insegura sobre si mesma (suas próprias decisões e até mesmo sobre quem é – e quem deseja se tornar) e sobre seus sentimentos pelo príncipe para que haja história. O meu primeiro livro apresenta uma personagem insegura também… Sem a insegurança dela não poderia escrever a história. Mas o meu segundo livro já traz uma personagem mais madura, adulta, decidida. Eu precisava de algo assim. Enfim, penso que a insegurança dos personagens depende, mesmo, do enredo. :)
    Ah, adorei você citar a Tracy. Eu não teria superado com tanta força o que ela superou em Se Houver Amanhã. É lindo esse livro. Um dos meus favoritos do Sheldon.

    Eu continuo achando que você simplesmente AMARIA a Cat, da série Night Huntress. A minha série favorita, a que amo de paixão, a que sonho se tornar filme um dia… <333 A Cat é forte, orgulhosa, durona. Adoro ela.

    Beijos, flor!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente! Essa fragilidade das heroínas aproxima muito as sagas de sucesso dos contos de fada, e acho que isso explica um pouco da popularidade, porque quase toda menina cresceu sonhando com um príncipe encantado (o que hoje a gente sabe que é bobagem pura!).
    Sidney Sheldon é o máximo! Minha mãe tem um super coleção de livros dele.
    Beijo!

    www.diarioquaseescritora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oooi,

    Eu acho que em alguns generos sempre vai ter. Em dezesseis luas é o Ethan que é. O bom é quando a autora ou autor consegue transformar a insegurança da personagem em força para enfrentar sua história, no inicio acho que é normal, mas com o tempo a tendencia é evoluir e crescer, o problema é quando isso não acontece, acho que a história fica bem cansativa :)


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  5. Ah, como é bom ler um texto desses. Nunca entendi essa obsessão atual, principalmente entre livros mais juvenis, com garotas adolescentes inseguras. Sim, insegurança pode ser uma característica, não há nada muito errado nisso, mas quando essa é a única característica da personagem, sou obrigado a culpar quem escreveu a história. Não sei nem se posso defender personagens perfeitas, que fazem tudo e podem tudo, mas o que há de errado com as boas e velhas personagens humanas? Boas em algumas coisas, ruins em outras; seguras em alguns momentos, inseguras em outros. Isso é o natural.
    Tente ler O Desfile de Páscoa, do Richard Yates, um dia. É um livro bem adulto e realista, mas com uma linguagem simples e oral. É sobre duas irmãs e como elas crescem, cada uma a sua maneira. É um dos livros mais humanos que eu já li.

    delirandoeescrevendo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Acho que é bacana ter um personagem inseguro, fraco ou algo assim, mas que ele fique mais forte, seguro e autoconfiante depois de um tempo.
    Acho que isso inspiraria pessoas a pensar diferente, tipo... "eu já fui fraca, eu já passei por isso, mas agora eu estou dando volta por cima e tendo autoconfiança" entende? (não sei se expliquei direito)
    Gostei da sua opinião, e concordo que livros com personagens inseguras pode chegar a ser cansativo e chato.

    Beijorejas

    Blog: http://cerejamutanteblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, gostei muito de ver esse tema sendo abordado; precisamos de personagens femininas que mostrem toda a sua capacidade, e não apenas a sua insegurança.
    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ah. acho que o fato de encontrarmos muito desse tipo de personagem por aí, por realmente ser o que vende mais. Também acho super bacana personagens femininas ou não, terem uma personalidade diferente.
    Acho que da pra encontrar nas livrarias, viu. Só não entre as listas de mais vendidos, talvez.

    beeijos
    A Mente Transborda
    Curta no Facebook

    ResponderExcluir
  9. Olá, não gosto quando a história tem personagens inseguros, pq de insegura já basta eu haha. Mas é bem legal você abordar o tema, temos que ter mais personagens fortes, determinados rs. Um beijo

    Suellen Esposte Blog | Facebook | Youtube

    ResponderExcluir
  10. Concordo plenamente com você, Raissa! Eu gosto de personalidade forte, tanto em homens quanto mulheres. Gosto de histórias diferentes, mas confesso que também curto um clichêzinho... haha :) Beijos <3 http://gostosdeadolescentes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Entendo sua frustração com personagens inseguras. Elas me frustram e por muitas vezes me deixam irritadas. Quando você citou o Sidney Sheldon, imediatamente pensei em Se Houver Amanhã (que é um dos meus livros favoritos) e fiquei super feliz de você ter citado a Tracy! Ela é incrível mesmo. A minha trilogia favorita é a do Mago Negro, escrita pela Trudi Canavan. A Sonea é a minha personagem favorita de todos os tempos! Ela é corajosa e incrível. Se ainda não leu a trilogia, super, super, super recomendo!

    Beijão,

    Maah
    Betterstayinside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Concordo totalmente com você, por mais que goste de alguns livros desse gênero sempre é a mesma coisa. Nunca li nada do Sidney Sheldon, como já disse em outros posts, 99% dos livros que você escrever uma resenha eu não vou ter ligo, fico morrendo de vontade e nunca tenho tempo porque coloco outras coisas na frente. Mas achei interessante, a menina ser presa por um crime que não cometeu e sofrer abusos é bem fora da maioria dos livros que costumam ficar famosos.

    Beijoos, Love is Colorful

    ResponderExcluir
  13. Nossa, concordo super com você. Nunca li um livro do Sidney Sheldon mas, com certeza, prefiro mil vezes as personagens femininas dele, sendo assim como você disse que são, do que essas outras bobinhas como Bella (Crepusculo), Ana (50 tons de cinza) e Julia (O inferno de Gabriel).

    Beijo amôura !

    | O Blog Que Não é Blog |

    | Sorteios Na Web |

    ResponderExcluir
  14. OI MINHA LINDA! TUDO BOM?
    Sempre me incomodou também o fato de criarem essa imagens sobre as protagonistas. Muitas estão vivendo algo fantasioso, uma situação pouco improvável e ela só fica lá, sentada no chão chorando enquanto o cara luta contra monstros e demônios sozinho. Claro que, quando temos um casal e o cara é preocupado, fico "awn" mas estou farta de leituras em que acompanhamos a coitada. Meus olhos brilham sempre que a mulher empunha sua espada, ou decide simplesmente pular em cima do inimigo e lutar não só por sua vida, mas pela de outros. Adoro quando ela surpreende principalmente a todos no livro, quando ela faz parte de uma equipe e não fica para trás, pois não sabe lutar ou tem medo. Vou anotar a dica que você trouxe, pois como você, não existe nada mais excitante, estimulante e que nos incentive como essas mulheres fortes!

    Beijos minha linda!
    www.percepcoes.blog.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Raissa !!!
    Menina concordo plenamente com o que você disse !!!
    Uma das coisas que me fez parar a série Crepúsculo e nunca mais retomar a leitura foi essa insegurança e indecisão, que no caso do livro, a Bella possuía. Aquilo me irritou demais, tinha horas que eu queria virar uma personagem do livro pra poder mandar uma real para ela, rsrsrsr
    Eu não vejo problema algum quando o personagem demonstra um pouco de inseguranças ou indecisões, afinal todo mundo se sente assim as vezes, mas quando isso começa a virar uma característica é que encontro problemas !!!
    Mas sabe o que mais me revolta nisso tudo ??? É que essa falta de bons exemplos, de mulheres fortes e decididas, reflete em algumas garotas, porque, querendo ou não, os livros ajudam a moldar a mente das pessoas.

    Adorei o seu texto, e gostei muito que você levantou a bandeira para essa discussão !!! Adoro poder ver a opinião de outras pessoas sobre assuntos como este !!! :D
    Parabéns flor !!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  16. Eu também sou insegura, deve ser por isso que me identifico com tantas personagens. Não consigo lidar com problemas, sou uma mistura de Katniss com Bella kkkkk
    Beijos
    Hi, Cultura

    ResponderExcluir
  17. Raissa, eu adorei que você postou sobre isso, essa visão incomoda desde os contos da Disney, somente depois dos anos 2000 as princesas começaram a ter historias alem do "príncipe encantado" e ainda assim bem fracas.

    O pior é que existe uma geração de mulheres, meninas e etc que compram isso e compram N outras imagens que na verdade só fragilizam mais a mentalidade feminina.

    Beijos,

    Elisangela Silva

    Estilo pra Vida | Twitter | Facebook

    ResponderExcluir
  18. Justamente hoje comprei A Seleção, que chato saber que a personagem também é insegura hahaha
    Adorei o tema da postagem. Eu realmente odeio mocinhas inseguras, frágeis ou sonsas. É muito irritante quando o personagem masculino precisa cuidar dela o tempo todo! Se fosse citar todas que já me deparei, eu faria um comentário de vinte linhas haha
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com.br | Participe do sorteio no blog (aqui)!

    ResponderExcluir
  19. Eu concordo com tudo que você disse, eu não tenho paciência com histórias assim. Acho que a partir do momento que a personagem vira vítima e desmotivada pra mim fica chato, gosto que elas tenham personalidade e vivam por si mesmas.

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
  20. Esse fato da insegurança das personagens femininas também me irrita. Concordo muito com você!
    Bom fim de semana!
    Fica com Deus!
    Beijo!

    http://nannacunha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi Rai
    Olha, no passado, eu acredito que essa linha de mulher indefesa até colava, mas hj em dia, acho que foge ao jogo isso. E temos otimos exemplos de guerreiras: Katniss (Jogos Vorazes) Melanie (A Hospedeira) Saba (Caminhos de Sangue), Tris (Divergente), Alina (Sombra e Ossos) e mais uma penga de garotas que são foda demais *---* E acho isso demais.As garotas não só se tornam personagens mais chamativas, como tambem mais atraente (como leitor masculino, eu pelo menos acho). Além disso, detesto personagens choronas, uma das razões de eu não ter curtido muito o último livro da trilogia da Collins.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  22. Raissa, eu acho que quando surgiu a Bella, lá em Crepúsculo, até que foi algo natural, embora cansativo em dado momento. Mas no meu entender tornou o enredo natural. Só que de lá pra cá, percebo que essa parece ser a fórmula mágica da garota tapada, ou puritana. Ando meio cansada disso.
    Não é a toa que ando mais para os chicklits da vida ultimamente.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  23. NOSSA, TU FALOU TUDO! Eu fico muito de saco cheio dessas criaturas frágeis e toscas que são as personagens principais atuais. Elas não são só inseguras, elas não conseguem pensar no todo, são egoístas e mongas, sabe? Isso me irrita!


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  24. Oii, tudo bem com você?
    Concordo com você, mesmo adorando essas séries, essa fraqueza imposta nas personagens faz perder um pouco a graça da história, continuam boas, mas fica meio sei lá, dá para a personagem ser ótima sem ser tão vulnerável. Adorei o post.

    Beijos da Jéss ♥.
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
  25. Oiii Raissa, tudo bem? Super concordo com você. Não que eu não acredite que existam pessoas como a Bella ou Anastácia, por exemplo. Até porque acho que a insegurança é um aspecto comum me muitas pessoas. Eu, por exemplo, sou bastante assim. Mas acho chato, quando todos os livros que lemos são assim. Em muitos, se diz que a mocinha é o personagem preferido, mas você vai ver, na verdade ela só está ali, para que o mocinho possa mostrar como ele é macho e super poderoso. Isso irrita muito. Cade as mulheres fortes?
    #porumaliteraturacommulheresguerreiras
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Boa tarde,
    Como esta?
    Excelente sua observação sobre as personagens.
    Sou homem e vejo este clichê em vários livros. Acho que autores tem medo de mudar a "formula do sucesso" e deixam as personagens assim :(

    Beijos e bom final de semana

    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir
  27. Nunca lemos um livro do Sidney Sheldon. Mais concordamos com você é meio cansativo histórias em que a mocinha espera ser salva pelo rapaz, mas quanto a parte da personalidade inseguras delas acreditamos que é uma característica comum em quase todas as pessoas e principalmente em nós mulheres, por isso que ainda aparecem tantos nos livros. Mas gostamos dos dois gêneros de livros, tanto o da mocinha que espera seu príncipe quanto a que vai a luta!!

    beijos

    http://www.onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Gostei bastante da sua postagem e eu concordo plenamente com você. Personagens fracas ou inseguras não me agradam muito, apesar de vender bem. Eu prefiro as protagonistas mais fortes e decididas.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de novembro

    ResponderExcluir
  29. Realmente as personagens inseguras sempre fazem mais sucesso, deve ser porque infelizmente hoje em dia a maioria das mulheres são inseguras.
    http://teoremademari.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Essa história da mocinha em perigo que vêm o príncipe (Ou qualquer outro homem) salvar já é mais do que clichê, venhamos e convenhamos. Não diria que "chega a ser", mas çá no fundo, fundinho mesmo, tem um pouco de machismo (ao meu ver, claro), aliás, nunca vemos (ou raramente) o contrario. O rapazinho em perigo, e vem a mocinha salvar, não é mesmo? Beijoooooos!

    Luana Gabriely || http://damaindelicada.blogspot.com.br/
    Seguindo!

    ResponderExcluir
  31. Eu tinha pensado nisso muito. Eu gosto de livros que tenha essa personagens, mas também prefiro personagens forte e segura de si. Não sei.
    http://pensamentosdefabs.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Oi, Raíssa! Tudo bem?
    Primeiramente eu gostaria de dizer que você fez um post que eu gostaria de ter feito! Sério, parabéns, de verdade!!! É ótimo iniciar esse tipo de conversa, principalmente quando tenho tantas coisas para falar sobre isso e não consigo me organizar! Mas ok, vamos lá: eu odeio personagens inseguras no estilo "eu não sou boa para isso", mas reconheço quando essa insegurança é retratada de forma verdadeira. Quero dizer que ao menos em alguma coisa somos inseguros e ter isso em uma personagem é ok, isso a deixa verossímil coisa e tal. Daí evoluir de uma insegurança específica para várias em conjuntas é outra história que super me desagrada também. Não sei se é porque vende ou se na cabeça de alguns autores as coisas funcionam assim, mas é esse tipo de personagem que eu venho tentando evitar. Pior é quando há uma personagem insegura que só irá se completar quando encontrar o ~verdadeiro amor, o interesse romântico, ou simplesmente algum cara que a completa~ ¬¬. Por que a personagem só irá se sentir segura quando estiver com um outro cara? E ainda existem outros situações que eu não curto como o fato de haver poucos livros em que personagens femininas são as "salvadoras", as "heroínas" de fato e que são retratadas de maneira segura, pertinente e real. Não sei se é porque estou tendo mais contato com o pensamento feminista, mas a realidade é que venho percebendo certos padrões na literatura, principalmente YA, que vem me deixando bem incomodada. Iniciar esse tipo de discussão é o primeiro passo para que as coisas mudem né? De qualquer forma, adorei o post!!! Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Oi Raissa, tudo bem?
    Muito bom o seu texto, coloca em questão algo que realmente precisa ser discutido, afinal acredito que a maioria não goste muito desses pontos que você apontou. Queremos uma personagem forte, segura, independente sim, mas também queremos uma personagem humana como qualquer pessoa. Ou seja, ela pode ter seus momentos, como nós todos temos, mas isso não precisa ser o traço principal dela, sabe? Outra coisa que dá pra se pensar é porque os homens também são representados como os fortes, que defendem e salvam o dia constantemente?! E nunca praticamente demostram fraqueza. Acho que reflete muito bem o que vivemos na sociedade atualmente, então que lugar melhor pra começar a mudar do que na literatura, não é?
    Admito que também amo (e muito) essas histórias, mas como você também sinto aquela pontinha de irritação. Mas histórias completas e que me conquistam por inteiro são livros como Academia de Vampiros, a personagem principal, Rose, é muito bad ass, dona de si mesmo, forte, segura. Ela tem seus momentos de tristeza, de mimi, de insegurança, mas isso casa tão bem com o que ela é que só acaba tornando a história melhor! Nesse caso, como na maioria, o melhor a se fazer é ter um equilíbrio entre as coisas. Personagens como Tris e Katniss também estão aí pra provar como uma história só tem a ganhar quando o nosso lado forte é representado.
    Beijão :D
    Debora.
    http://vanille-vie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Também fico muito invocada com isso, gosto de personagens mais determinadas e fortes, mas como você disse, são essas personagens inseguras que fazem os livros venderem!

    SORTEIO DE UMA MÁSCARA DA LOLA COSMETICS: www.rockcomluxo.com

    ResponderExcluir
  35. Auuuunw, também curto o Sidney Sheldon.As mulheres tem a voz,né?Eu acho que sei lá, reflete meio a nossa sociedade né?As mulheres parecem muito submissas aos homens em todos os aspectos e isso é péssimo.. e tem a questão do machismo também né?Depende muito de quem escreve esse tipo de livro.Mas enfim, concordo contigo,são poucos os atores que deixam a mulher ser a protagonista :)

    Gostei da reflexão ^^

    beeiijinhos
    http://carolhermanas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  36. Simplesmente AMOOOOOOOOO Sidney Sheldon, HAHAHA, meu autor favorito, amo as personagens femininas dele. E concordo totalmente com o que falou, muitas personagens femininas me irritam muito com sua insegurança. Um livro atual que tem uma 'mocinha' forte e de muita personalidade para mim é Jogos Vorazes, a Katniss definitivamente se impõe.

    www.vodkaescarpin.com.br

    ResponderExcluir
  37. Olá Raissa!

    Gostei bastante de seu post e concordo com você que as personagens nos romances acabam estragando a história com suas inseguranças... E, infelizmente, parece ser a tendência dos livros do "hoje", pois em minha singela e sincera opinião é a forma dos autores englobarem todas as mulheres do mundo (Afinal, que mulher que não tem inseguranças, principalmente quando se trata de relacionamentos?).

    Mas é muito bom ler livros que sejam o oposto disso, onde vemos personagens que sabem o que quer, decididas, com personalidade e tals. Eu pelo menos adoro...

    Beijoooos
    http://estantedafer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  38. Quando li o título, logo pensei na Bella rs. Também lembrei da Ever de Os Imortais e da Kelsey da saga Tigre, que é a que estou lendo. As vezes, chega a irritar mesmo, mas realmente dá pra se tirar alguma lição como a de sermos mais auto confiantes, assim como você citou. Tenha uma semana abençoada, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  39. verdade! tenho mt vontade de ver personagens mais fortes e determinadas tbm

    www.tofucolorido.blogspot.com
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  40. Olá Raíssa,
    Gostei muito do seu post e concordo em relação aos personagens que tem surgido atualmente.
    Ainda não tibe a oportunidade de ler Sidney mas tenho muita vontade.
    Já desgostei de diversos livros por conta dos personagens, enfim.. adorei.
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  41. Mais pura verdade, estava pensando nisso esses dias como é irritante a forma como alguns autores sempre colocam a protagonista como frágil e indefesa. Meu Deus! Tudo bem que todas as mulheres tem suas inseguranças mas a forma como é colocada na maioria das vezes é um exagero. Concordo com o que você disse sobre a personagem nos inspirar auto confiança e não só o sonho de encontrar o príncipe encantado que vai nos proteger de tudo.
    http://voabruna.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Obrigada por me visitar!
Beijos.

contatoooldr@outlook.com