Seja Feliz!



Esses dias eu estava passeando pelos blogs da vida e me deparei com um texto no blog Hear the Bells.


Segundo a Ryoko esse texto, na verdade foi criado por empresários Dave, Mike e Fabian, eles gostariam de colocar no papel suas definições de sucesso e esse foi o resultado.

E eu concordo com tudo o que o texto diz.

Hoje as pessoas acham que devemos ser realistas, mas isso quer dizer fazer coisas que você não gosta apenas por dinheiro.

Acredito que a realidade e o sucesso vão muito além de dinheiro.

Escolhi cursar Jornalismo sabendo que não iria ter um salário de dar inveja e que provavelmente iria trabalhar bastante, inclusive em finais de semana. Mas isso é o que eu escolhi pra minha vida, porque sou feliz quando faço Jornalismo, sou feliz quando gravo uma matéria no estúdio de rádio da faculdade.

O que há de tão ruim em se seguir o seu sonho e escolher uma carreira que você vai realmente ter vontade de seguir?

As pessoas se enganam todos os dias achando que só existe um caminho para uma ótima carreira, achando que existe um caminho fácil, uma espécie de atalho para o sucesso profissional.

Sempre vou defender que cada um deve fazer o que sente prazer, o que te trás felicidade, e não seguir a definição de felicidade ou de sucesso de outras pessoas.

Já disse isso em um dos meus textos e repito, as decisões são suas e as consequências dela também!

Conheço pessoas que escolheram cursar Recursos Humanos por achar que iriam arrumar emprego com mais facilidade, porém não gostavam exatamente daquilo. O resultado disso foi uma depressão e um tratamento com remédios controlados.

Não sei quando o dinheiro tomou conta da cabeça das pessoas, mas torço para que um dia isso mude.




Comentários

  1. Que texto inspirador!
    Devia estar presente em todas as salas de empresas do mundo ;)

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Meu deus depressão por cursar o que não gostavam GZUIS!
    Eu não quero fazer faculdade, acho que o sucesso é nosso crescimento profissional depende só da gente querer e ir atras! Amei seu texto
    http://descrevendonuvens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Também conheço gente assim, que faz por dinheiro, mas estraga a vida! Foi por amor que escolhi o jornalismo!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Um dia minha ma~e disse que preferia levar uma vida um pouco mais apertada e ter a família unida como temos, do que trocar nossa união por dinheiro. Infelizmente é assim. Dinheiro afasta muitas pessoas importantes e traz muitas pessoas interesseiras. Também gostaria que isso mudasse um dia, que o dinheiro deixasse de ser tão importante. Tenha um final de semana abençoado, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. adorei o texto, temos que tomar nossas decisoes e assumir as consequencias delas
    bom final de semana

    www.tofucolorido.blogspot.com
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  6. Raíssa sua linda !!!
    Você não sabe o quanto fico feliz de ver que um post meu chamou sua atenção, e mais feliz ainda por saber que você gostou do texto e veio aqui compartilhar no seu blog !!!
    Estou me sentindo honrada !!! *-*

    Eu concordo com cada palavra que você disse, hoje em dia parece que é mais fácil fazer e tomar decisões a partir do que os outros querem que você faça do que tomar suas próprias decisões, seguir seu coração e fazer o que ama !!!
    É difícil demais se arriscar, se jogar de corpo e alma naquilo que te faz feliz porque muitas vezes pensamos: e se não der certo, e se ninguém concordar comigo, será que alguém vai me apoiar? Mas ao mesmo tempo em que isso acontece, também vejo que muitos daqueles que se jogaram, viram que no final valeu muito a pena !!!

    Quando eu tiver o meu próprio espaço esse texto vai estar emoldurado em algum lugar, bem grande, para que eu possa me lembrar todos os dias de que não adianta se matar fazendo algo se aquilo não te deixa feliz !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
  7. Super concordo com você, se você se sente realizada é o que basta, ser feliz é o que basta
    seguindo o blog beijos http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Ray,
    Sim .. um mundo movido por escolhas capitalistas não é um mundo feliz.
    Eu sou totalmente a favor do capitalismo, desde que as escolhas das pessoas para ganhar dinheiro também as façam felizes. Hoje todos fazem o que dá dinheiro e não o que os fará feliz. Eu escolhi ser professora, sei que nunca serei rica, mas é onde eu acho que minha felicidade estará. Já saí de quinze empregos e tenho só 22 anos, então percebe-se que quando eu não estou satisfeita, eu trato de mudar a minha situação ;) kkkk

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Caramba... adorei ! Dá até vontade de mandar imprimir e botar em um quadrinho não dá ?

    Perfeito.

    Bjo sua lindonaaa !

    | O Blog Que Não é Blog |

    | Sorteios Na Web |

    ResponderExcluir
  10. Eu amo esse texto!
    Tambem escolhi fazer jornalismo, e amo minha escolha!
    Beijos, Ana do dia

    ResponderExcluir
  11. Amei o texto da imagem!

    E por experiência própria, fazer o que se gosta não tem preço! Por isso que ano que vem começo a minha segunda graduação, que eu escolhi, mesmo sabendo que nem tudo serão rosas! :)


    Beijão!

    Piece of My Heart

    ResponderExcluir
  12. Nem sempre fazemos a escolha correta e muita das vezes procuramos aquilo que vai nos dar estabilidade finaceira e nunca a felicidade de trabalhar no que gostamos. Se todos fizessemos aquilo que amomos com certeza seriamos mais felizes e estavamos livres destas doenças causadas pela infelicidades, mas nem sempre somos capazes de mudar.

    Espero fazer o que o gosto

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  13. Onnwts amei o texto *--*

    Raissa assim como você também curso jornalismo, tudo bem que não foi a minha opção inicial mas foi uma das melhores escolha que fiz, conheci amigos maravilhosos, só que jamais escolheria uma profissão por tempo de graduação ou salário, quando escolhi fazer um curso de comunicação já sabia que não vai ter vida, mas para que viver se você faz o que gosta?
    Basicamente é isso, claro que folga e ótimo mas tem como se divertir trabalhando principalmente se gostamos do trabalho.

    ResponderExcluir
  14. Então não sei ler em inglês hehehe. Mas o assunto abordado ai na postagem sobre seguir carreira que ganhe bem ou uma que me faça feliz, é claro que sempre vou optar por algo que eu goste. Afinal só vamos aposentar quando estivermos velhos mesmo e o dinheiro não vai fazer muita diferença na fila do sus hehehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  15. Sabe, as vezes nem é por dinheiro, as vezes é por pressão, para agradar. Estou na luta para fazer jornalismo, como vi, é uma preferência por aqui... rsrsrsrsr...

    bjus

    http://www.cheiadepapo.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Adorei a reflexão!
    Espero, de verdade, que um dia isso mude. :/
    Beijos, Ka! ♥
    www.normalidadeincomum.com.br

    ResponderExcluir
  17. Adorei o texto. É simples mas bem direto. Gostei e concordo com cada frase escrita acima (texto). Por que não viver e aproveitar a nossa vida sem preocupações banais?

    =D
    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Conheço pessoas que são assim,mais sou das que fazem por gostar.
    Adorei!
    Bjim

    http://vitaminafeminina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Eu concordo com você. Isso já aconteceu comigo, eu disse que pretendia cursar uma coisa que eu realmente me sentisse confortável, mas o meu vô insistiu que eu deveria fazer outra coisa que me desse mais dinheiro e futuro.
    Acho que quando faz uma coisa que a pessoa gosta ela se sente mais confortável, mas se for contra a sua vontade pode causar danos muito pior!
    No final, eu não consegui convencer o meu vô, mas eu ainda tenho três anos pela frente para conseguir obter isso.
    Beijoss

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Eu amei o texto *o*
    Tô pensando em 'imprimir' a foto com as frases e colocar em uma moldura e pôr no meu quarto!
    Beijos,
    www.bellaquebela.com
    Facebook.com/bellaquebela
    Youtube.com/bellaqbela

    ResponderExcluir
  21. Que engraçado, eu tava pensando justamente sobre por em prática as coisas que penso e quero, porque realmente, a vida é curta. A gente passa muito tempo pensando no futuro ou pensando que as coisas vão ser melhores depois e não pões as coisas em prática agora, né?!


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  22. Olá Raíssa!
    Gostei e muito do seu texto, pois atualmente vemos muitos jovens tentando encontrar espaço no mercado de trabalho e buscando uma carreira promissora. Acredito que o que mais leva as pessoas a "errarem" nas escolhas é o fato de que temos de tomar essa decisão ainda muito jovens.
    Eu tinha 17 anos quando tomei uma decisão que guiaria a minha vida inteira. E hoje, com 26, ainda tenho a impressão de que não me encontrei. Na época, era o que eu queria, era o que eu gostava, mas muitas coisas mudam e o mercado de trabalho acaba fazendo uma pressão enorme nisso.
    Claro que nossas decisões devem refletir o que nós gostamos de fazer e o que nós temos prazer em fazer, mas não podemos ignorar o fato de que o mercado de trabalho atual acaba pesando e muito nas nossas decisões.

    Beijos
    http://estantedafer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Muito bom o texto e super concordo! Algumas pessoas deixa sua felicidade de lado para ter o dinheiro, pensando que dinheiro comprará a felicidade, só comprará a felicidade artificial.
    Meu amigo pensa muito em que faculdade quer fazer, porém ele quer fazer um que ele sabe que é a areá dele e que combina com ele, mas ele acabou escolhendo uma que, segundo ele, ficará rico e não terá que se preocupar com dinheiro. As vezes eu pergunto para ele o que é mais importante, amor ou o dinheiro? "sem pensar, dinheiro". Não podemos mudar a opiniões dos outros, infelizmente.
    Beijooos ♥

    eieusouamah.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Amei o texto.
    E o piro é que é verdade, a maioria das pessoas acha que você ter sucesso na vida é simplesmente ganhar muito dinheiro e ter uma profissão que te dê nome. Mas é por causa desse tipo de pensamento que hoje as pessoas são tão frias e interesseiras, porque infelizmente somos educados pra pensar dessa forma.
    Beijos.
    http://infinitafeminice.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oii,

    Lembro quando eu resolvi sair do meu emprego fixo para o estágio e receber menos que eu recebia, foi um choque, mas eu precisava fazer isso, precisava saber se estava no caminho certo. E estou.

    Eu acho que as pessoas devem dar concelhos e nos ajudar na hora de fazer uma escolha, mas creio que isso deve estar acompanhado do apoio, se eu quero ser astronauta e isso me faz feliz vou lutar por aquilo e torcer para que as pessoas que eu amo me apoie, se isso nao acontecer, eu sei que uma hora ou outra vou encontrar alguém com os mesmos objetivos que me ajudará.

    Só temos uma vida, precisamos fazer aquilo que amamos.
    Gostei do texto ;)


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  26. Amei o post e realmente é isso que vem acontecendo a um bom tempo quando alguem fala o que vai fazer da vida a pessoa logo analiza se isso da dinheiro ou não! O mais importante é fazer o que gosta isso é recompensador! Amei i seu blog e já estou seguindo Bjs
    www.maniasdapatty.com

    ResponderExcluir
  27. Você disse tudo. Eu também quero cursa jornalismo,mas minha mãe disse: procura uma coisa que da mais dinheiro, mas eu quero fazer jornalismo por que que eu tenho certeza que vai me deixar feliz. Mas tudo bem tenho esse finalzinho de ano e o ano que vem para mudar a opinião dela.
    http://pensamentosdefabs.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Gostei bastante do texto e concordo com você
    Conheço pessoas que só querem cursar o que esta dando dinheiro ultimamente e o resultado é sempre começar algo e nunca terminar por falta de amor ou afinidade, dinheiro é importante, mas não define tudo

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. Amei o texto, e concordo. O que adianta receber rios de dinheiro sendo que você não faz aquilo por prazer, mas sim por obrigação. Só de imaginar passar uma vida trabalhando por obrigação da uma angustia, dinheiro é importante, claro, mas acho que fazer o que você gosta, independente do quantos você ganha é muito melhor, em todos os aspectos.

    Prazer, Jéssica

    ResponderExcluir
  30. Oiii Rai! Tudo bem? Estou apaixonada pelo texto, concordo com tudo e isso é ótimo para abrir os olhos... é muito necessário. Você, sempre sendo uma fofa e indo lá no blog, né? Adoro! Seu blog sempre com posts mega fofos e inspiradores. <3
    BJBJ!
    Eu não quero ir embora ~blog
    Portfolio!

    ResponderExcluir
  31. Adorei o texto! O importante é fazer o que gosta, o que dá prazer! Só assim seremos felizes!
    Beijos!

    Sociedade do Esmalte

    ResponderExcluir
  32. OI MINHA LINDA! Tudo bom?<3
    Aaaahh hoje é dia de texto! Adoro seus textos, sempre me sinto mais próxima de você *-* Normalmente quando alguém vem com essa papo de "você precisa ser realista" ai vem coisa, e bastante. Quando falam disso comigo, normalmente é pra falar sobre emprego, e "dar um rumo na vida", escutar também que fotografia não da em nada me deixa muito magoada. Acho errado quando alguém vem e aponta e critica seus sonhos e suas metas, não sei que tipo de conclusão tirar sobre uma pessoa assim, de verdade. Você transmite sua paixão pelo Jornalismo e fico muito orgulhosa de você, pois sei que você vai crescer muito nessa área e conseguir o que merece, diante de tanto esforço e dedicação.
    Conheço muitas pessoas que estão fazendo uma faculdade, porque foi o curso que conseguiu entrar, acho que não era nem a real vontade da pessoa de estar cursando, ou alguém que está em tal trabalho porque já se acomodou e está tudo muito fácil ali. Acho que é por isso que hoje em dia existem tantas pessoas ranzinzas, só estão fazendo pelo dinheiro e ter uma vida confortável. Claro, conforto é ótimo, mas e seus sonhos e desejos, vão parar aonde? Eu me recuso a tomar esse tipo de rumo :(
    Adorei o texto com a reflexão, estarmos focados em nossos sonhos e colocá-los de uma maneira para se encaixar em nosso futuro, é tudo de bom <3

    BEIJOS MINHA LINDA!
    Percepções Blog | Grupo: Mais um livro, Por favor!

    ResponderExcluir
  33. Realmente também esperamos que isso mude, claro que se tem que pensar no dinheiro afinal ele que nos faz alcançar algumas coisas como comprar casa própria, viajar ...Mais não adianta fazer o que não gosta só para tê-lo, por que viveríamos infelizes!!

    beijos

    http://www.onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. oii, adorei o texto e sua opinião. Eu concordo totalmente, sempre pensei o mesmo, que o importante é fazer o que se gosta. Não adianta nada cursar o curso mais top, da profissão mais remunerada e ser um profissional frustrado e infeliz.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. lindo o texto bem inspirador
    eu também não intendo mais as pessoas devemos fazer o que gostamos dinheiro não trás felicidade pra ninguém apenas nos ajuda a ter coisas que só ele pode comprar ...
    gostei mesmo

    beijos

    http://loucaapaixonada22.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  36. Concordo plenamente Rai, eu fiz muita mancadas na minha vida. Hoje sinto que estou caminhando para o lugar certo, mas tropecei e cai muito antes de me dar conta disso, é ótimo saber que com sua idade tu já tenhas isso muito claro para o seu ser!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  37. Raíssa-linda,
    Adoro ler suas opiniões sobre questões como essa. Eu acredito que todos deveriam receber valores justos pelos seus trabalhos e que não precisassem abdicar do lazer e de outras atividades (como o estudo continuado) para conseguirem pagar suas contas. Infelizmente, no entanto, a vida não é assim. Quando casamos e saímos da casa dos pais, nos tornamos escravos do dinheiro. É um saco, mas é a realidade. Você precisa pagar prestações do carro e da casa, seguro, planos de saúde, alimentação, contas de luz, água, telefone/internet… Quando vemos, somando ambos os salários, corremos o risco de estar apenas "sobrevivendo" apesar de todos os esforços. E você não quer apenas se graduar, você quer (e precisa) continuar com uma especialização, mestrado, doutorado… Enfim, tudo custa caro. O mais importante é saber disso e não se permitir abalar. O mais importante é reconhecer que o dinheiro não tem valor por si próprio, mas pelo que pode pagar. Se você pode pagar pelo tratamento de saúde do seu marido ou pelo seu próprio se algo acontecer, então, sinta-se abençoado e ame ainda mais o seu trabalho.
    Esse negócio de que "dinheiro não traz felicidade" é papo-furado. A falta dele acarreta um sofrimento enorme. O dinheiro em si não é felicidade, mas a maneira como o administramos nos permite viver bem e ainda curtir momentos agradáveis de lazer, sem com isso perder o sono pelas dívidas. As pessoas não discutem sobre dinheiro… Por vezes, elas gastam sem refletirem. E isso também traz sofrimento. Especialmente se você compartilha a vida com alguém.
    Adorei seu texto, flor! Seja feliz, trabalhe duro e nunca perca o foco de que o dinheiro ganho só terá valor se for usado com dignidade.
    Beijos!!!

    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Obrigada por me visitar!
Beijos.

contatoooldr@outlook.com